“Eu, a Mãe Celestial, Tenho Ainda Que assistir Aos Muitos Sacerdotes Que Celebram a Santa Missa no “banquete de refeições” e Não no Altar do Sacrifício.”

Mensagens da Mãe de Deus à Anne.

“Eu gostaria de vos agradecer, pois vós expiastes e rezastes por muitos sacerdotes, pelos Meus filhos sacerdotes. Quão grande é o Meu anseio por estes sacerdotes que querem converter e celebrar a missa no verdadeiro Rito Tridentino Segundo Pio V. Infelizmente, há poucos sacerdotes que estão preparados para renunciarem-se ao seu salário mensal e seu poder.

Para eles ainda é sempre importante ter esta segurança. Isto é importante, Meus filhos sacerdotes? É importante que vocês coloquem o Pai Celestial e o vosso amado Jesus no Santíssimo Sacramento do Altar em último lugar? A adoração não significa nada à vossas vidas? Não sois vós sacerdotes do sacrifício e não destes vosso SIM?  Nã ouereis vós oferecer sacrifícios nestes tempos?

Infelizmente tendes falhado e esta fraqueza expande-se cada vez mais em vossos corações porque o mal pode penetrar em vossos corações. Ele possui vossos corações quando vós não converteis, quando vós não dispondes o vosso “SIM PAI” ao Pai Celestial e quando vós não quereis celebrar o Santo Sacrifício. Vós reconheceis já, Meus amados sacerdotes, que somente um Santo Sacrifício pode estar na verdade. O que o Meu Filho Jesus Cristo estabeleceu.

Vós sóis chamados e escolhidos, Meus amados filhos sacerdotes. Muitos tinham já prometido o juramento antimodernista. Vós não tendes quebrado este juramento? Isto não é um pecado grave, Meus amados filhos sacerdotes? Quando se expressa um Juramento diante do Pai Celestial na Trindade Santa, deve-se também assegurar este juramento. Não pode ser infiel a Ele, porque senão já se está num grave sacrilégio. Este Juramento muitos tem já quebrado.

Eu, a Mãe Celestial, tenho ainda que assistir aos muitos sacerdotes que celebram a Santa Missa no “banquete de refeições” e não no altar do sacrifício. Quão triste é para Mim, vossa Mãe Celestial, ter que ver como Meu Filho chora por vós lágrimas tão amargas. Vós escolhidos e enviados. E ainda não quereis converter-se.

Olhai para as quantas almas de expiação que oram e expiam por vós. Isto não vos traz a conversão? Vós nem pensais sequer o que significa alguém expiar por vós. Não sabeis o que significa uma alma de expiação nunca abater-se e sempre dizer “SIM PAI” para a cruz pesada e para a dor? E  onde viveis vós, Meus amados sacerdotes? Não pendurastes com satisfação a vossa batina? Quereis aceitar o mundo? E ainda, Meus queridos sacerdotes, Eu, vossa Mãe, desejo ainda hoje que vos consagreis ao Meu Imaculado Coração.

Eu posso vos proteger, especialmente, da maldade e Eu quero manter-vos longe de todo o mal. Vinde a Mim, e Eu preparo para vós uma boa confissão com um sacerdote digno. Eu vos envio a ele, pois Eu, como Mãe do Céu, choro por vós quando ainda não acreditais que o grande acontecimento irá acontecer em breve. Vós adiais este acontecimento para tempos distantes, mas isto vai ocorrer em breve, Meus amados Sacerdotes.” (12 de Janeiro 2013 – A Mãe Celestial Fala)