Como Devo Agir Com as Outras Pessoas?

Nesta mensagem à Anne em 13 Julho 2016, a Mãe de Deus ensina como se deve lidar com pessoas de pensamentos diferentes e como superar tais diferenças. Nesta mensagem Ela também admoesta os sacerdotes e fala da não presença dos dons da Graça de Jesus Cristo nas igrejas modernistas.

A Mãe de Deus falará:

Sim, vós compreendestes corretamente, Meus amados. Eu Sou a Mãe do belo amor. O amor é crucial para Mim. Meus amados filhos Marianos, pelo fato de Eu vos amar muitíssimo, Eu gostaria de vos transmitir hoje as instruções para vossa vida futura. Não será fácil manter-se de pé diante desta tempestade do mundo e da igreja nos tempos vindouros. Sim, como vós ouvistes, a chama de fogo na igreja de hoje queima ferozmente, ou seja, acusam-se reciprocamente das falhas. Não se corrige isto e não se fala como se pode começar de novo. Mas continuam a cometer os mesmos erros, pois a culpa está sempre no outro. Vós deveis começar primeiramente por vós mesmos. Assim é que Eu gostaria de vos dizer hoje: “começai pela vossa própria culpa e retornai por vossa própria porta. Aí há suficiente entulho para remover.”

Vós, Meus amados, estais protegidos e recebeis instruções especiais para poder mudar-vos. Agora, para isso, entra a vossa vontade: “Eu quero isto de fato? Eu quero mudar algumas coisas em Minha vida, se a Mãe de Deus assim previu?” Eles seguem sempre em obediência as palavras de Seu Filho Jesus Cristo. Assim nós devemos também falar um livre Fiat à vontade do Pai Celestial na Trindade, mesmo se as coisas parecerem incompreensíveis e difíceis. O amor de Deus vai transbordar-nos no Espírito Santo. Vós sois os amados e escolhidos do Pai Celestial.

Ele gostaria de mudar algumas coisas em vós e através de vós. A relação um com o outro é importante, Meus filhos. Relacione amorosamente um com o outro. Permanecei no amor e mudai, caso isto corresponda à vontade do Pai Celestial. “Se eu tentar fazer tudo o que está ao meu alcance, então eu agrado ao Pai Celestial. Se eu porém, empurrar aos outros tudo o que eu mesmo poderia fazer, então o Pai Celestial não está de acordo comigo.”

Em se tratando de caráter de uma pessoa há aquelas ativas e inativas. Por isso Eu não posso dizer que uma pessoa é igual à outra.

Vós todos podeis esforçar-vos caso queirais conviver um com o outro e corrigir os desentendimentos que surgem em uma comunidade. Desentendimentos resultam em raiva e se multiplicam. Vós deveis ser UM na vontade do Pai Celestial. Aí (na vontade do Pai Celestial) se constitui o fio condutor de vossa comunidade. Aproximai um do outro. Vós tendes todas as vossas fraquezas e falhas. Ninguém de vós sois infalíveis. Somente a amorosíssima Mãe Celestial. Eu, como Mãe Celestial, fui concebida sem o pecado original e dei a luz ao Filho de Deus. Vós deveis ouvi-Lo. Vós deveis gerir tudo com Ele, pois Ele vive e atua em vós.

Esta eficácia, Meus amados, pode aumentar ou diminuir caso vós colocais o humano em primeiro lugar. Vós podeis ofender as outras pessoas, mas essencialmente ofendestes, neste caso, o Pai Celestial na Trindade.

Ele age no outro e o outro está Nele. Isto vós deveis acreditar e isto deve ser o vosso objetivo. Vossa vontade tem que ser, antes de tudo, uniforme com a vontade do Pai Celestial. Vós não conseguireis tudo. Por isso sois homens e imperfeitos. Somente Eu, como vossa amorosíssima Mãe, nunca cometi um pecado em Minha vida.

Eu quero vos conduzir no Espírito Santo. Eu posso fazer isto como Mãe do belo amor. Olhai sempre para o amor Divino. Uni-vos nele. Ninguém pode testemunhar: “Eu estou correto e o outro está sempre incorreto.” – A isso pertencem sempre dois. Um que pensa estar correto e um outro que dá ao primeiro a razão. Quando isto acontece, isto não está na vontade do Pai Celestial. Aproximar um do outro significa deixar o outro ser como ele é e não fazer acusação alguma para querer mudá-lo. Eu devo acompanhá-lo amorosamente, mesmo depois que ele cometeu um erro. Eu posso chamar-lhe a atenção, mas amorosamente e atenciosamente.

Caso ele não mude eu não posso dar-lhe ordens e desafiar. Então tomai para isso os Anjos, também o Espírito Santo e, principalmente, chamai-Me como Mãe Celestial. Eu irei continuamente a vos ajudar a aprender a lidar amorosamente um com o outro. É um processo de aprendizagem que ainda é possível em qualquer idade. Assim, é que isto deve ser nos dias de hoje.

As pessoas não dão atenção umas as outras, mas cada uma pensa em seu próprio benefício. O amor, o verdadeiro amor continua a ser desconsiderado. Frequentemente o amor humano e o amor Divino não se correspondem. “Eu posso amar as pessoas sem aceitar o amoroso Deus Trino. Daí, entro nas exigências dos outros. A paz humana é para mim segura. Porém eu não observo que, por este meio eu não agrado ao Pai Celestial, mas O ignoro. Eu não Lhe pergunto: “Pai Celestial, o que queres dizer-Me com isso?” Ou se deve saber lhe dar com as fraquezas e falhas dos outros ou então reconhecer as minhas próprias. Vós deveis aproximar-vos um do outro e não dizer maldosamente a opinião. Vós deveis ser UM na fé. Isto deve ser o vosso desejo e vontade. No futuro isto não será fácil.

Acreditai que Eu, como Mãe Celestial, estarei junto de vós e vos amarei, por poderdes manter-vos de pé diante do Pai Celestial. Vós deveis ficar mais satisfeitos.

Com vosso egoísmo, com vosso próprio (egoísmo), vós tendes dificuldades. Este egoísmo está também presente em homens santos. Quão rápido eu vejo as falhas dos outros, porém não as minhas.

Quando vós respondeis e permaneceis calmos e tranquilos, então o Espírito Santo age em vós. Ele vos dá alguns conhecimentos que não tendes. Vós reconheceis também alguns (destes conhecimentos) no silêncio quando refletis e não quando cogitais o que não percebestes no momento de agressividade.

Quão rápido se acusa o outro do que não se quis. Então arrependa de todo o coração. Tomai o sacramento da penitência e arrependa do fundo do coração. O Pai Celestial na Trindade, Jesus Cristo o Filho de Deus, vos perdoará e vos acolherá de novo nos braços, pois Ele ama Seus filhos. Por último, Ele quer ter Seus filhos com Ele na eterna glória. Assim, caminhais Meus amados. Não desconsiderais este objetivo.

Agradecei-vos todos os dias pelo que recebeis como dádivas. Frequentemente não percebeis sequer quão frequente sois os donatários do Pai Celestial. Os dons da Graças não cessam. Elas fluem em cada Santo Sacrifício da Missa. Se um sacerdote realiza a transubstanciação, então os fluxos de Graças são liberados. Caso este sacerdote encontrar-se em pecado grave, então não pode ser transmitida nenhuma Graça.

Por isso, saí desta igreja modernista, saí desta missa do povo. Frequente um dígno Santo Sacrifício da Missa. Se no local (onde morais) não é possível, então assista o DVD que Eu vos coloquei à disposição. Isto é possível para todos vós, pois este DVD é acessível à todos. Ninguém pode afirmar: “Eu não sabia disso. Eu tive que me contentar com esta missa do povo.” – Não, Meus amados. Se um sacerdote da-Me as costas, então isto não pode ser nenhuma Santa Missa. Porque não acreditais em Mim, (quando digo) que no modernismo não pode haver nenhum Santo Sacrifício da Missa? O povo é que é dignificado e não Eu, o Filho de Deus Jesus Cristo que estabeleceu o Santo Banquete Sacrificial na quinta-feira Santa.

Assim, Eu, vossa amada Mãe Celestial, digo-vos e espero até que os fiéis, que são mantidos no cativeiro do modernismo, quiserem converter-se. Eu vos ajudo em qualquer situação em que vós vos encontrais.

Chamai os Anjos para que Ele vos dêm a conhecer onde vós falhastes. Desta maneira podeis começar de novo. Todos os dias pode ser um novo começo. Arrependei sempre de vossas falhas. Isto deve ser vosso futuro objetivo.

Vossa amorosíssima Mãe e Rainha de Heroldsbach está convosco. Eu celebro hoje esta festa como Rosa Mística, sempre no dia 13 de Julho de cada ano. Por isso Eu irei hoje liberar em dobro Graças especiais.

Abençoa-vos agora na Trindade com todos os Anjos e Santos, vossa Mãe Celestial, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.