9 Abril 2017 – Domingo de Ramos.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

9 Abril 2017 – Domingo de Ramos. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício da Missa Tridentina, segundo Pio V., através de Seu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne.

Anne: Hoje, 9 abril 2017, celebramos o domingo de ramos com um devoto Santo Sacrifício da Missa.

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

O altar da Virgem Maria e o altar do Sacrifício estavam hoje imersos em luz dourada brilhante. Eu vi pequenos ramos de palmas por todo o lado; no chão da igreja-casa e também no Altar do Sacrifício e o altar da Virgem Maria. Além disso, o altar da Virgem Maria estava ornado com maravilhosas flores. Os pequenos ramos de palma tinham pequenas pérolas douradas.

O Pai Celestial falará hoje: Eu, o Pai Celestial, falo agora e neste momento, através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra em Minha vontade e repete somente palavras que vem de Mim.

Amados filhos do Pai e filhos Marianos, pequeno rebanho amado, amados seguidores e peregrinos de perto e de longe. Hoje, neste domingo, o domingo de ramos, espalhastes ramos ao Meu Filho Jesus Cristo. Vós O honrastes e adorastes, louvastes e bendizestes, pois a semana santa começa, o difícil tempo para o Meu Filho Jesus Cristo. Eles têm-Lhe espalhado ainda as palmas e O honraram como o Rei. Brevemente, eles O desprezarão e o pregarão na cruz. E como isto se parece hoje? Espalha-se palmas à Ele ou pregá-Lo-á também hoje na cruz, dizendo novamente: “Crucifica-O! Ele não vale nada, o Criador e Salvador de todo o mundo”.

À Ele nós queremos prestar a obediência. Ele deve inflamar um fogo do amor. Agora, especialmente nesta semana Santa, podemos receber grandes dons de Graça. Estas Graças devem ajudar-nos a mostrar às outras pessoas o verdadeiro caminho do amor. Quão difícil isto será para vós todos. Contudo, acreditai, Meus amados, vós seguis comigo neste caminho de palmas. Vós mostrais aos outros o verdadeiro caminho quando vós acolheis o Meu amor em vossos corações, quando vós O deixais resplandecer de novo. Nós gostaríamos de transmitir este amor aos outros, porque Meu anseio pelos sacerdotes não para, pelo contrário, ele será especialmente forte neste semana.

Por isso, Eu vos peço, Meus pequenos filhos amados e filhos Marianos, tomai vossa cruz sobre vossos ombros. Aceitai-a como ela é, assim como Eu predestinei para vós, para que muitos outros ainda possam aprender de vós que isto é a verdade.

Eu tenho que viver esta verdade, assim eu posso renunciar ao mundo, pois neste mundo eu não posso encontrar esta felicidade. Esta verdadeira felicidade há somente na força Divina, no amor Divino.

Vós, Meus amados, crescerão se vós seguis a verdade, se vós seguirdes valentes comigo o caminho sem resmungar e queixar. Eu estarei convosco e vos acompanharei com bilhões de Anjos, para que vós possais seguir este caminho da verdade. Vossa palavra deve ser um “SIM”, um solícito “SIM”, um agradecido “SIM”. Sim Pai, Tua vontade aconteca, não a minha. Este amor irá irradiar dos vossos olhos, quando as pessoas encontrar-vos.  Vós mesmos não ireis sequer perceber isto, pois a Graça de Deus opera em vós, especialmente na semana Santa. Eu gostaria de fortalecer-vos esta semana. Eu gostaria de vos dizer que o amor é sim o maior, gostaria de dizer que o Meu Filho foi à cruz por vós todos e que Meu Filho teve que vivenciar esta hora difícil do monte das oliveiras. Vós também vivenciareis esta semana as horas do monte das oliveiras, pois vós seguis em Meus passos.

Não ponhais atenção na infidelidade da autoridade eclesial, no desprezo do Papa manipulado. Ele não fala a verdade, mas o mal fala através dele. Vós, porém, Meus amados filhos, reconhecereis a verdade e a amareis. A verdade conduz finalmente ao amor e à vida eterna.

Meus amados, vós sois os escolhidos. Eu vos escolhi de muitos outros, pois Meu amor é sem limites por todo o mundo. Meu Filho seguiu à cruz por todos, contudo, lamentavelmente muitos sacerdotes nao O reconheceu até hoje. Somente neste amor é que eles podem crescer. Eles devem deixar o mundano para trás. O mundo deve renunciá-lo.

Tem que haver novamente sacerdotes do sacrifício. Isto no mundo não vai bem para eles neste, pois eles tem que olhar para Sacrifícios, que podem crescer somente neste amor Divino. Eles podem apresentar sacrifício por amor. Não é que tem que pensar que podem experimentar tudo o que acontece no mundo. Não, eles devem renunciar ao mundo. Eles devem carregar sua cruz solícitos. Deve-se poder olhar para estes sacerdotes do sacrifício e estarem agradecidos de que se encontrou a estes como modelo, pois em seus corações o amor pode surgir de novo. Então eles perceberão que eles entram em contato comigo, com o Salvador de todo o mundo. Então brilhará a luz do amor em seus corações. A luz brilhará e mostrará a eles e ãos outros o caminho. Eles tornarão o sal da terra e a luz do mundo, especialmente hoje neste dia de Graça, o domingo de ramos no qual o amor deve e irá irradiar para vossos corações. Então, vós, Meus amados, aceitai as Graças da semana Santa. Sede valentes e avançai neste caminho, pois a luz iluminar-vos-á.

Em breve, Eu, o Pai Celestial, porei tudo em ordem, pois Meu tempo chegou, Meu tempo da Graça e da agitação. Tudo se alterará. Ainda, o mundo encontra-se na igreja católica modernista que está no chão. Contudo, brevemente ela brilhará de novo no claro brilho da Glória. E por isso, Meus filhos, vós esperais. Resistais em todas as tribulações. Eu irei fortalecer-vos e jamais perdereis a força Divina, somente a força humana tornará menor. Quando a fraqueza alcançar-vos, então pensai no Divino, pensai que o Pai Celestial na força Divina quer ser tudo por vós, tudo no amor.

E assim, abençoo-vos Eu hoje , neste dia de Graça, com todos os Anjos e Santos, especialmente com vossa amorosíssima Mãe, a Mãe Celestial, a Rosa Rainha de Heroldsbach, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Sede amados e irradiai no brilho claro. Eu irei proteger-vos em qualquer situação e fortalecer-vos especialmente nesta semana da Graça. Amém.