7 Janeiro 2018. Domingo. Festa da Santa Familia.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

7 Janeiro 2018. Domingo. Festa da Santa Familia. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino, segundo Pio V., através de Seu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Hoje, 7 janeiro 21018, festa da Sagrada Familia, celebramos um devoto Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino segundo Pio V.

O altar da Virgem Maria estava ornado com muitos lírios brancos, orquídeas, amaryllis e rosas. A Mãe de Deus, assim também como o Menino Jesus na cripta, estavam vestidos todos em branco. Estas roupas estavam providas com muitos diamantes e pérolas. A borda da cripta estava ornada com pétalas de rosas e com campânula-brancas. Em torno do altar da Virgem Maria e do Altar do Sacrifício agrupavam-se os Anjos durante o Santo Sacrifício da Missa. Eles adoravam o Santíssimo no Tabernáculo. Os Anjos, os quais traziam todos uma coroinha, também se reuniam em torno da cripta. Eles adoravam o Menino Jesus.

Eu senti um perfume de rosas e lírios várias vezes. Durante o santo Sacrifício da Missa, o Menino Jesus na cripta abencoava a Mãe de Deus e também o Santo José.

O Pai Celestial falará agora nesta festa da Sagrada Família: Eu, o Pai Celestial, falo hoje, na festa da Sagrada Família, através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra em Minha vontade e repete somente palavras que vem de Mim.

Pequeno rebanho amado, amados seguidores e amados peregrinos e fiéis de perto e de longe. Eu dar-vos-ei algumas instruções especiais sobre a família, para que vós reconheceis a verdade, pois a verdade que está contida na Sagrada Escritura, não é mais ensinada pelos sacerdotes de hoje.

Diz-se: “Nós temos sim a bíblia, nós não necessitamos de mensagens alguma de falsos e auto-denominados videntes.”. Porém, muitas pessoas lamentavelmente não conhecem a bíblia. Elas também não a lêem, mas nadam com o fluxo e tagarelam o que a generalidade diz.

Eu vos pergunto, Meus amados filhos: A família é vivida ainda hoje? A fé é vivida na família? Há ainda famílias de fato santas? Pode-se responder esta frase com um claro „NÃO“. O sacramento do matrimônio está totalmente no modernismo chegou totalmente ao esquecimento. Vive-se relações pré-matrimoniais. Um parceiro alterna para o outro. Através da encíclica do “Papa” “amoris laetitia”, qualquer um que se afasta do casamento, pode também divorciar e entrar numa nova relação, além de receber a comunhão. Isto é e permanece um sacrilégio, um pecado grave.

O casamento é um Sacramento na igreja católica e pode somente realizá-lo uma vez. Se a fé ou a vida de um parceiro está em perigo dentro de um casamento, então se deve separar do parceiro. Isto não significa que pode entrar num novo relacionamento após o divórcio judicial e que deixe anular o anterior. Isto não é Meu desejo e vontade. O primeiro matrimônio permanece único. Por isso, que cada um examine se gostaria de receber este sacramento. Eu, o Pai Celestial na Trindade, Sou o Terceiro em Sua aliança.

Os cônjuges também prometem a eles mesmo que estão em consenso de que podem sugir filhos do casamento. Cada criança, que for gerada, encontra-se na Minha vontade. Ele (o Pai Celestial) tem previsto uma tarefa para cada criança e cada criança tem um talento especial.

Por isso, não se deve também matar a criança que vive já o primeiro dia da fecundação, pois ela é quista por Mim. É de fato assassinato, Meus amados. Assim, mata-se a criança bestialmente no seio da Mãe. Uma Mãe que deixa matar sua criança no seio, torna-se espiritualmente doente. O amor da Mãe para com a criança será assim interrompido. Ela vai sofrer muito e ela vai chegar a recorrer-se a tratamentos psiquiátricos. Porém, aí também não vai ser ajudada. Ela sente uma dor insuportável, depois que decidiu pela morte de sua criança.

Somente a fé, Meus amados, pode ajudar-vos. Disso também faz parte uma Santa Confissão válida, o arrependimento contínuo e a intenção de nunca fazer isto de novo.

Porém, hoje quase não surge filhos desejados num casamento. Dá-se o consentimento voluntário para (fazer) uma inseminação artificial. Todas as possibilidades de conceber um filho e este não ser recebido de Minhas mãos, são permitidas e serão também admitidas por parceiros de mesmo sexo. Tudo será legalisado. Diz-se até mesmo: “todas as comunidades religiosas são iguais e se encontra algo católico em cada religião.”. Não, Isto não corresponde à verdade.

A tranquilidade tem preferência. Fazer o fácil é simples. Lamentavelmente, os sacerdotes não falam também de um casamento de sacrifícios. Sacrifício foi cortado do vocabulário. “Porque isto não deve ser bom para mim, considerando que todos fazem desta forma? Para mim isto tem que somente dar certo”. Eu, o Pai Celestial, quase não tenho chance quando eu exijo algo das pessoas.

Eu sei que assim, muitos casamentos terminam. Eu vos dou o conselho, Meus amados casais, perdoai-vos mutuamente e submetei-vos. Deixai de lado as franquezas do outro parceiro e não fazeis de novo contínuas acusações. Isto não é nenhum bom pressuposto para a duração de um casamento. Rezai um com outro, caso apareça dificuldades e não desistais tão rápido. Os atritos no casamento têm que ocorrer, pois vós vindes de famílias diferentes. O amor um para com o outro deve no fim vencer. Para isso, a oração contribui.

Quando a sexualidade vos apanha, então ides para a oração. Isto é muito importante. satanás quer seduzir-vos e gostaria de vencer. Ele se alegra quando vós brigais e quando não mais entendeis um com outro. Segui em silêncio e não esqueçais vosso “SIM” que tendes selado no vosso casamento. Fechai um compromisso. Isto tornar-vos-á um. Não persistais na própria vontade, pois ele é muito forte em cada pessoa.

Recebei frequentemente o Sacramento da Confissão para que vós possais começar do início e para que o agradeciemento e alegria possa fluir para dentro de vossos corações.

Olhai para a Sagrada Família. Não teve Santo José que apresentar grande sacrifício? Ele não protegeu a Mãe de Deus? Ele A amou e, deste amor, pode apresentar sacrifícios. Ele não inundou a Mãe de Deus com acusações, quando o Menino Jesus ficou rastreável somente depois de três dias. Ele não satisfez Seus próprios desejos, mas pensou primeiramente na Mãe de Deus. Ele era trabalhador e não se colocou em primeiro plano, mas pôde anular-se.

Meus amados filhos e casais, não desistais tão rapido, como muitos hoje o fazem, mas perseverai e não vos separais rapidamente. Aprendei da Sagrada Família como, de fato, uma Santa Família deve parecer-se. Esta festa da Sagrada Família deve ser para vós um bom exemplo.

Eu quero ser o Regente de vosso casamento. Quando viveis o casamento na fé, ele tem duração e podereis perserverar. Não façais como faz hoje a generalidade (das pessoas). Eu estou convosco e irei demonstrar-vos o Meu amor, caso vós Me levardes para dentro de vosso casamento.

Demonstrai-vos com com pequenas atenções do quão importante vos é o vosso companheiro, assim percebeis em vossos corações que o amor cresce de um para com o outro.

Tende atenção ás Minhas palavras e instruções.

Eu vos abençoo com vossa amorosíssima Mãe Celestial e Rainha da Vitória, todos os Anjos e Santos na Trindade, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

O amor é o mais importante para vós. Amai um ãos outros, como Eu vos amei.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*