4 Setembro 2016 – Décimo Sexto Domingo Depois de Petencostes.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

4 Setembro 2016 – Décimo Sexto Doming depois de Petencostes. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício da Missa Tridentina, segundo Pio V., através de Seu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Hoje Celebramos um Santo Sacrifício da Missa Tridentina segundo Pio V.. Como sempre, o altar do Santo Sacrifício e também o altar da Mãe de Deus estavam imersos em luz dourado-brilhantes.

O Pai Celestial falará também hoje: Eu, o Pai Celestial, falo agora e neste momento através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra totalmente na Minha vontade e somente repete palavras que vem de Mim.

Pequeno rebanho amado, amados seguidores e amados peregrinos de perto e de longe. Eu amo-vos a todos de maneira especial, pois vós tendes cumprido a Minha vontade. Além disso, vós (também) afirmais “Sim Pai, Tua vontade seja feita, não a Minha”.

Nos tempos de hoje, é difícil para vós desenvolverem uma confiança profunda, pois as pessoas querem oprimir-vos e dissuadir-vos de tudo o que diz respeito à verdadeira fé.

Meus amados filhos do Pai, Eu amo-vos mais, quanto mais tomardes vossa cruz nos ombros e quanto mais terdes que a suportar. Estas tribulações, estas doenças e este fluxo de imigrantes são tudo prenúncios e sinais de Meu tempo. Meu tempo já irrompeu. Vós vistes muitos sinais no céu, porém, vós não os avaliais frequentemente. Vós pensais que isto tudo é explicável.

Vosso Pai Celestial sabe de tudo o que vós podeis carregar. Quando pensais que as coisas vos são demasiado difíceis, então Eu venho em Minha força Divina para ajudar-vos. Vós jamais sereis deixados sozinhos, pois Eu sou sim vosso Pai Celestial que vos traz para a pista correta quando sois tentados pelo mal. O mal tem um poder violento nestes últimos tempos e ele também exerce seu poder.

Ele, porém, Meus amados filhos do Pai e filhos Marianos, não pode dissuadir-vos da verdade, pois Eu vos fortaleço através de vossas falhas. Eu poderia poupar-vos tudo. Contudo, vós não permaneceríeis na humildade. Humildade significa servir na humildade. Vós deveis servir ao Altíssimo Deus na Trindade. Servi ao outro e não vos elevai (orgulhosos) através de vossa força, mas permanecei pequenos, sim, exercei a pequenez. Vós não sois os grandes fazedores e detentores do poder, mas sim os mais fracos. Por isso é que Eu amo-vos assim. Eu venho em vossa debilidade com Meu grande amor de Pai para vós, além de apoiar-vos, pois Eu amo-vos tão imensuravelmente como não podeis imaginar.

Eu gostaria de advertir-vos dos acontecimentos, daqueles de que o mal vos perseguis. Ele tem um poder violento nestes últimos tempos e ele o exerce diariamente. Frequentemente não reconheceis quando sois tentados através dos outros. Contudo, Eu venho então com o verdadeiro conhecimento. Vós tendes a força de distinção entre o bem e o mal. Vós decidireis certamente pelo bom, pois Eu, como Pai Celestial, coloquei o bom em vós. Vós sois os escolhidos e Eu amo-vos, se seguirdes e testemunhardes a verdade. Acreditai que vosso Pai Celestial ama-vos sem limites.

Tende confiança neste tempo dificílimo no qual encontrais-vos. Acreditai cada vez mais profundo de que Eu, o Pai Celestial, intervirei neste tempo. Vós estais a pouco da poderosa intervenção. Eu não posso-vos explicar como isto será. Eu posso-vos somente profetizar que Meu tempo começou e vós viveis neste tempo, apesar de que vós sequer não percebeis (isso).

Os eventos irromperão poderosamente sobre vós e não podereis explicar-vos como estão correlacionados. Contudo, Eu digo-vos que vós estais protegidos, pois vivenciais muitíssimas tribulações. Frequentemente não acreditais que Eu, o Pai Celestial, guiei tudo. Eu estou em ação nestes últimos tempos.

Eu sou o Soberano de todo o universo e como Soberano Eu aparecerei em Meu Filho. Eu jamais deixarei Meus filhos sozinhos. Vós estais protegidos em cada sofrimento, mesmo se frequentemente não podeis entender isto.

Eu abençoo-vos agora neste domingo, em toda a devoção e na Trindade, com vossa amorosíssima Mãe e todos os Anjos e Santos, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Confiai em Mim e segui adiante o verdadeiro caminho, como até o momento.