3 Julho 2016 – Sétimo Domingo Depois de Petencostes.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

3 Julho 2016 – Sétimo domingo depois de Petencostes. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifíciio da Missa no Rito Tridentino segundo Pio V., através de Seu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. O Santo Sacrifício da Missa foi celebrado hoje com toda a reverêcia no Rito Tridentino segundo Pio V. O altar do Sacrifício estava imerso em luz dourada. O altar da Mãe de Deus estava também coberto em luz brilhante e dourada. O adorno de flores estava, especialmente, bonito. As rosas vermelho-escuras, juntas ao altar da Mãe de Deus, mostravam o amor de Seu Imaculado Coração.

O Pai Celestial falará hoje: Eu, o Pai Celestial, falo agora e neste momento, através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra totalmente na Minha vontade e repete somente palavras que vem de Mim.

Pequeno rebanho amado, amados filhos do Pai, amados seguidores e amados peregrinos e fiéis de perto e de longe. Eu gostaria de vos dar hoje, neste domingo, especiais instruções. O Evangelho diz a todos vós. Eu, o Pai Celestial, mostro Meus escolhidos aos perseguidores.

Pode uma boa árvore dar maus frutos e pode uma má árvore dar bons frutos? Não, Meus amados. Não é assim. Meus amados, vós perguntais: “Onde estão, no entanto, nossos bons frutos?” Vós não reconheceis, Meus amados.

Não tendes vós reconhecido que os bon frutos crescem e florescem nos seguidores, no crescente número de seguidores, no Santo Sacrifício da Missa em Mulde e na comunidade do Rosário? A erva daninha foi removida. Este, Meus seguidores, tomou tudo sobre si. Eles estão firmes à vossa retaguarda e não são inconstantes. Pelo contrário, eles crescerão em número e em fé.

Estai prontos para continuar a seguir a Minha vontade. Eu proteger-vos-ei e mostrar-vos-ei que vós podeis proclamar Minhas palavras e, precisamente na plena verdade.

Vós tendes suportado todos os esforços, todas as doencas e todos os problemas e continuais a dizer: “Sim Pai. Assim como Tu queres, assim deve acontecer”. – Obrigado por estas palavras, Meus amados.

Se vós quererdes continuar a seguir este caminho, então necessitais Minha força. Somente na força Divina vós podeis gerir este futuro. Permanecei na confiança e na esperança de que Eu, o Pai Celestial, colocarei, dentro em pouco, tudo em ordem

Tem-se rastejado uma completa confusão, um caos para igreja de Meu Filho Jesus Cristo. Tudo o que deveria estar em devoção e verdade da fé católica foi esmagado até ao irreconhecível. Ninguém pode reconhecer a verdadeira fé católica e ninguém quererá se converter a um pedido de um sacerdote que celebra indignamente o Santo Sacrifício da Missa, pois esta missa que ele celebra é um banquete comunitário. Os leigos também partilham ainda hoje esta Santa Comunhão nas mãos. Os sacramentos não mais serão administrados dignamente. Os sacerdotes preescreveram-se ao Vaticano II. Eles reconhecem com precisão que tudo não corresponde à verdade. Contudo, eles não mudam nada disso.

Meus amados sacerdotes não têm a coragem de se professar pela verdade. Eu comprei cada um único sacerdote com o sangue de Meu Filho Jesus Cristo. Eu o capacitei de maneira especial para observar as Minhas palavras, levar a verdadeira vida de sacerdote no mundo, mover muitas pessoas à conversão e para administrar dignamente os sacramentos.

Eu os chamei, especialmente, para celebrar o Meu Santo Banquete Sacrificial na plena verdade e devoção segundo Pio V., no Rito Tridentino. A isso eles não Me demonstraram obediência alguma até o momento.

Wie traurig ist doch der gesamte Himmel, weil die Priestersöhne trotz mehrerer Ermahnungen sich immer wieder zurückgezogen haben. Sie haben dem Modernismus ihr volles Ja gegeben. So öffne ich damit dem Bösen Tür und Tor.

Quão triste está sim todo o céu porque os sacerdotes, apesar de várias admoestações, cada vez mais têm-se retraído. Eles deram seu total “sim” ao modernismo. Com isso, Eu abro, assim, a porta e o portão ao mal.[1]

Eles não poderiam converter se Eu, o Pai Celestial, não tivesse solicitado muitíssimas almas de expiação. Elas possibilitam a eles a escolha: “Eu quero converter, eu quero seguir ao Pai Celestial or eu digo a Ele um completo não na confusão e no engano?”.

Eles podem se decidir. Todavia, quem não cumpre a vontade de Meu Pai, então não deve ser também apóstolo. E Eu também também não estou nele. Ele está consagrado à ruína. Ele continuar a estar no caminho do mal além de segui-lo.

Meus amados, a amorosíssima Mãe, como todos vós vedes, olha ansiosamente para Seus filhos sacerdotes e, apesar de tudo, Ela quer move-los para a conversão. Ela sofre no meio deles tão somente como uma Mãe Celestial pode sofrer. Ela implora dia e noite junto do Meu trono pela conversão dos sacerdotes, pois Ela é a Mãe dos Sacerdotes.

Ela pede a estes sacerdotes para se consagrarem ao Seu Imaculado Coração. Assim eles serão salvos. Porém, se isto não acontecer, então eles se arruinarão no fogo eterno, no abismo. Preciptar no abismo é cruel para cada sacerdote. Por isso, Meus amados, a Minha Mãe Celestial sempre convocará de novo estes sacerdotes para se converterem definitivamente.

Eu continuo a amá-los. Eu, o Pai Celestial, esperarei por estes sacerdotes até ao último momento e Eu vos darei de novo chances para poderem se converter. Suas vidas deve ser eternamente uma vida de sacerdote. Cada sacerdote deve Me testemunhar isto.

Quão triste, todavia, Eu estou ainda por causa de cada um de Meus sacerdotes, pelos quais Eu luto. Cada pessoa é um indivíduo, uma personalidade que Eu presenteei com extraordinárias Graças. Lamentavelmente estas Graças frequentemente não são aceitas, apesar de Eu derramá-las de novo em cada Santo Sacrifício da Missa. Os raios de Graças são Meu amor. Meu amor nunca parará.

A cada um deles Eu perguntarei de novo: ”Você, Meu amado sacerdote, está agora disposto a cumprir a Mim este desejo, de Me seguir e manter todos os Meus mandamentos?”

Vós não reconheceis, Meus amados, que este falso profeta falhou em tudo no que testemunha a verdadeira fé católica? Este falso Papa se encontra totalmente no engano e na confusão. Porque não vos converteis finalmente agora?

Meus olhos, repletos de saudade, contemplam a vós. São olhos do amor, amados sacerdotes. Podeis resistir a estes olhos? Eu, o Pai Celestial, tenho que lamentavelmente intervir, apesar de que Eu não gostaria disso de forma alguma. De maneira poderosa e incompreensível Eu terei que intervir. Isto é amargo para Mim.

A escuridão aparecerá em todo o firmamento. Nesta escuridão a cruz Divina aparecerá com toda a força luminosa em todo o céu. As pessoas cairão diante do poder da Trindade e elas reconhecerão seus pecados. Muitos irão se arrepender deles, pois eles não podem suportar esta culpa. Outros irão perecer, porque seu pecado de culpa é demasiado grande para poderem estar diante de Mim, o Pai Celestial. Eles não acreditam no sacramento da penitência. Eles não acreditam que Eu lhes perdoo de qualquer maneira, caso eles sobrecarregados com seu pecado de culpa, venham até Mim, o Pai Celestial. Eu quero perdoa-los sempre, pois Eu irei pedi-los: “Venha Meu Filho para Meus braços. Eu te amo e não terei rancor de nada. Pelo contrário, você é Meu filho perdido, o qual Eu coloco em Meus ombros e conduzirei para o Reino do Meu Pai”.

Acreditai nisso, Meus amados, pois Eu sou o indulgente, amoroso Pai Celestial, que conduzirá todas as Suas orvelhas para os verdes pastos. Meu Filho Jesus Cristo é o bom pastor. O Espírito Santo vos iluminará. Se tratar-vos de quererdes se converter, então Ele vos trará para o conhecimento.

Acreditai em Meu amor e confiai em Mim. Sacrificai totalmente à Minha vontade. Assim estais protegidos. Confiai no amor de vossa Mãe Celestial. Ela pisará a cabeça da serpente. Ela fará tudo o que é bom para vós. Nada vos faltará, caso vos consagreis ao Imaculado Coração de vossa Mãe Celestial.

Eu abençoo-vos agora na Trindade com todos os Anjos e Santos, especialmente com vossa Mãe Celestial, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

No mês de julho, Eu vos mergulho no preocíssimo Sangue de Meu Filho Jesus Cristo. Estai preparados e, em tudo, segui a Mim, o Pai Celestial.

[1] …Eu abro, assim, a porta e o portão ao mal – Em determinadas passagens o Pai Celestial fala como se passando por outra pessoa. Neste caso fala como se fosse um dos sacerdotes.