27 Setembro 2015 – Décimo Oitavo Domingo Depois de Pentecostes.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

27 Setembro 2015 – Décimo oitavo domingo depois de Pentecostes. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício da Missa Tridentina segundo Pio V. na casa da Glória em Mellatz, através de Seu instrumento e filha Anne que se encontra em seu leito.

Anne: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

O Pai Celestial fala: Hoje fizestes a pós-celebração do décimo sétimo domingo depois de Pentecostes, uma vez que este é o décimo oitavo domingo depois de Pentecostes, o qual já pré-celebrarão no último domingo. Isto era Meu desejo e vontade. Do leito do quarto é que sai esta mensagem.

Eu falo através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne. Ela repete Minhas palavras, apesar de que isto para ela, humanamente falando, é quase impossível. Ela se encontra em grandíssimos tormentos, isso significa que Jesus Cristo, o Filho de Deus, padece hoje grandessíssimos tormentos pelos Seus Sacerdotes, que não demonstram a Ele nenhuma obediência. Eles pregam-No novamente na cruz, colocam-No a coroa de espinhos, chicoteiam-No e insultam-No. Para você, Minha pequena, isto significa que sofres estes tormentos em altíssimo grau, pois Eu tenho de usá-la como uma bola de brinquedo. Eu, o Pai Celestial, vejo seus tormentos e sinto-os muito mais que você. Meu Filho sofre na Divindade e na humanidade em você.

Você subiu hoje uma parte da montanha do calvário e teve que sofrer grandessíssimos tormentos. Há tempos que você já está no fim, humanamente falando. A força Divina exige de você o maximo. Você olha para cruz, para a Minha agonia na cruz, para a cruz de Meu Filho. Isto é hoje para você a referência do sofrimento, a coroa de espinhos. Eu te deixo sofrer estes tormentos muito relutantemente. Isso é necessário para os Meus sacerdotes. Isso significa que Meus Bispos, Arcebispos, Cardeais e Sacerdotes na Alemanha encontram-se às portas do abismo. Eles falharam na missão e você, Minha pequena, sofre com seu pequeno rebanho e seguidores. Você não pode entender isto. Você sofre os maiores tormentos e chora porque pensas que você não pode mais aguentá-los.

Nenhum médico poderia, no momento, retirar de você estes tormentos, apesar de se ter formado uma grave inflamação em seu antebraço. No dia de hoje, domingo, Eu exijo de você este sofrimento, este sofrimento que você não entende.

Quão muito desprezam e insultam a Mim que estou em Meu Filho, o qual suportou tudo por vós, suportou o maior sofrimento. Eu envio Minha profeta para vos salvar. Olhai para o seu tormento! Ela aceita este sofrimento de expiação por vós. Quereis ainda não vos converter? Quereis pressionar estes tormento no Meu Coração, o Coração do Pai Celestial? Meu Filho deve continuar a sofrer em Minha pequena. Desede isto, apesar de Eu querer salvar-vos? Meu amor nunca acaba.

Agora Eu devo transferir a missão para um outro país, a missão mundial. Este sofrimento pelo mundo, que a Minha pequena suportou, é cruel. E apesar disso ela diz “Sim Pai, como Tu queres e não como eu quero”. Quanta dor os Meus sacerdotes provocaram em Mim? Quanto sofrimento eles infligiram em Mim? E apesar disso, muitos fiéis caminham para dentro destas igrejas modernistas; e caminharam mesmo apesar da imundície, da homossexualidade que penetrou nela. Estes muitos fiéis, que caminham para o engano e que tornar-se-ão confusos, não acreditam que devem sair destas igrejas? O demônio tomou o poder nelas. Os tabernáculos estão vazios e os sacerdotes estão frequentemente possuídos e circundados pelo mal. Os fiéis perder-se-ão e desviar-se-ão. Um dia eles terão que fugir, mas aí será demasiado tarde para muitos, pois vós estareis possuídos pelo mal que vos envolve. Então, vós mesmos não podeis mais vos livrar.

Porque não acreditais? Não escolhi Minha profeta para salvar-vos da ruina? Eu gostaria de vos preservar desta imundície que aí reina. Estes sacerdotes desprezam a Minha amorosíssima Mãe e  Sua pureza. Eles não vivem a pureza. Pelo contrário, a homossexualidade apanhou-lhes e o mal tem a permissão de receber suas almas, suas almas poluídas.

A Alemanha perdeu a missão. Isto é amargo para o vosso Jesus Cristo, que queria colocar a Alemanha na mais alta posição a igreja católica e do mundo. Vós jogastes isto fora e Minha pequena sofre o maior dos tormentos e vós não vedes isto. Vós não quereis apanhar esta palhinha. Ela gostaria de vos salvar através de seu grande sofrimento de expiação e do seu sofrimento pelo mundo. Ela chora amargamente por vós, pois ela não pode entender porque não quereis converter-se, porém vós podeis fazer isto, mas não quereis. Mas apesar disso, Eu vos amo.

Uma espada atravessa o Meu Coração e a Minha pequena sentiu os seus golpes. Isto eram espadas dos Meus amados sacerdotes que golpearam o Coração de Meu Filho. Vós não podeis imaginar como está este tempo o qual Eu concedo a satanás. Satanás tem ainda poder sobre estes sacerdotes – ainda. Porém, quando Eu intervier, como Pai Celestial, isto será demasiado tarde para estes sacerdotes, pois daí Eu não os poderei mais salvá-los da eterna condenação.

Eu quero salvá-los através das Minhas almas de expiação. Eu as coloco à vossa disposição. Acreditai nestas profecias, na Minha justiça e no amor ao próximo. Eu dei-vos estas instruções hoje. Eu sou o justo Pai Celestial. E no tempo certo Eu deverei julgar-vos.

Vós desprezastes e expulsastes Meus mensageiros. Vós não ouvistes suas palavras. Eram Minhas profecias para vos salvar. Vós as abateste no vento. Minhas mensageiras choraram por elas em aflição. Vós podeis lê-las na internet. Acreditai e confiai! Minha pequena colocou-se à disposição por vossa causa. Podeis descrever o que significa para ela ter que assumir o sofrimento pelo mundo? Ela exercita o amor ao próximo e o amor ao inimigo. Vós, porém não pratica sequer o amor ao próximo. Vós amais aqueles que trazem a imundície para a Minha igreja. Mas os Meus profetas, desprezais e matais suas almas.

Minha pequena sofre o martírio em sua alma. Isto é o sofrimento da agonia. Ela gostaria de salvar a todos. E Jesus Cristo, Meu Filho, sofre tormentos indescritíveis em sua alma. Quanto mais Ele é desprezado pelos Seus sacerdotes, mais Ele os ama. O amor é Sua espada. Ele a deixa golpear Seu Coração de novo, apesar Dele querer salvar estes sacerdotes. Porque não praticais sequer o amor ao próximo? Expulsais vosso próximo. Porque expulsais Meus profetas e mensageiros destas igrejas e deixais a imundície fluir para dentro dela? Porque não reconheceis isto? Eu gostaria de salvar vossas almas. Eu não posso suportar que muitos caiam no abismo eterno e Eu tenha (somente) que ficar olhando, pois esta queda é para sempre e eterno. Vós estais consagrados à perdição se não estiverdes dispostos a se converterem agora. Eu vos enviei Minhas mensageiras e profetas. Eu vos enviei seus sofrimentos de expiação. Eu tive que exigir dela hoje, neste domingo, o maior sofrimento de expiação porque Eu quero salvar-vos. Vós compreendeis isto ou ainda não acreditais? Eu coloco-a a vossa disposição e ela diz: “Sim Pai, se Tu queres, eu suporto este sofrimento, pois eu dei-me a Ti totalmente, com todo o meu corpo. Eu vos pertenço com todos os sofrimentos. Tu podes dispor de mim como quiseres. Mesmo que custe a minha vida, eu estou preparada”.

Meus amados filhos, Eu vos agradeço, Eu vos agradeço a todos, Eu vos agradeço, Meus amados seguidores que orais e expiais, que assumistes as noites de expiações, que não parais de acreditar e de seguir vosso Salvador do mundo, que não parais de rezar e expiar. Eu agradeço a vóss e também ao Meu pequeno rebanho amado. Eu te agradeço, Minha pequena amada, que tomou para si esta indescritível dor por causa de Meus sacerdotes.

Eu abençoo-vos agora, vosso Pai Celestial, na Trindade, com todos os Anjos e Santos, especialmente com vossa amorososíssima Mãe, que chora  lágrimas amargas, assim como você, Minha pequena, a qual Eu abençoo de forma especial, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Acreditai e confiai, pois Eu vos amo imensuravelmente. Amém.