27 Dezembros 2015 – Domingo da Oitava de Natal. Dia em Memória de São João Apóstolo.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

27 Dezembros 2015 – Domingo da Oitava de Natal. Dia em memória de São João Apóstolo. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício Tridentino segundo Pio V., na igreja-casa em Góttingen, através de Seu instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito santo. Amém. Hoje celebramos a festa de São João Apóstolo. Durante a Santa Missa o Altar estava não somente imerso em luz dourada, mas também irradiava em vermelho brilhante. Durante o Sacrifício eu vi o Anjo do Cálice (São Gabriel). Ele posicionou Seu Cálice sob o ferimento do Coração do Salvador do mundo e colheu Seu sangue. Este ferimento do Coração sangrava por Seu novo ministério sacerdotal e por Sua nova Igreja. O Altar da Mãe de Deus estava igualmente imerso em luz dourada. Eu vi muitos Santos hoje, especialmente São João e Santo Estevão, que tem seus dias de festa seguidos o do nascimento do Menino Jesus. O Menino Jesus foi imerso em uma luz dourada durante o Santo Sacrifício da Missa. Ele elevou a Sua mãozinha para o Pai Celestial e Lhe pediu: “Por favor, perdoai a todos, pois Eu Me tornei homem por isso”.

Angels

“Durante o Sacrifício eu vi o Anjo do Cálice (São Gabriel). Ele posicionou Seu Cálice sob o ferimento do Coração do Salvador do mundo e colheu Seu sangue.”

O Pai Celestial falará no dia da festa de São João: Eu, o Pai Celestial, falo também hoje, através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra totalmente na Minha vontade e repete somente palavras que hoje vem de Mim.

Pequeno rebanho amado, amados seguidores, amados peregrinos de perto e de longe, amados fiéis e todos que estão firmes em Minhas mensagens, vós sois chamados hoje de forma especial, a seguir-Me. Isto não é simples Meus amados, pois Eu exijo muitíssimo de vós nesta última fase. Você, Minha pequena, pediu-Me para poder participar desta Santa Missa neste dia de festa na igreja-casa em Göttingen. Eu não pude recusar este desejo. Mas Eu ter que retirar de você sua doença, como é do seu desejo, isto Eu não pude realizar, pois a Missão para os Sacerdotes é preciosíssima para Mim. Se você não expiar assim em alta intensidade, como Eu desejo, se você não tomar sobre ti as suas doenças, suas queixas e suas dores, então Eu, lamentavelmente, não posso salvar muitos sacerdotes da eterna ruína, pois isto é o Meu desejo e Minha vontade. Você deve seguir o Meu desejo.

Num êxtase Eu te comuniquei Minha pequena, que Meus sacerdotes cada vez mais se afastam de Mim. Por isso Eu dei a cada um dos sacerdotes escolhidos mais uma chance especial, uma única chance especial de Me seguir. Eu os toquei de forma tão especial em seus corações que eles têm a possibilidade de reconhecer como é o Meu desejo e Minha vontade para com cada um sacerdote escolhido. Eu os mostrei Meus ferimentos.

Eu os lavei no Meu preciosíssimo sangue. Eu quis perdoar todos os seus pecados e esquecê-los. Todavia, eles Me deram um claro não. Eu chamei cada um individualmente e disse: “vós pregastes-Me novamente na cruz. Veja os Meus pregos, veja como os Meus ferimentos sangram por causa de vós, Meus sacerdotes.”. Quantas Graças Eu vos dei nestes dias prévios ao natal, quanto conhecimento, quanto esclarecimento. Porém o materialismo e o sexualismo tem mais valor para vós do que demonstrar obediência a Mim, o Pai Celestial.

Meu Filho Jesus Cristo pediu-Me novamente: “Amado Pai, perdoai-os, pois eles não sabem o que fazem. Perdoai e iluminai-os para que reconheçam quão precioso é uma Santa Missa. Tu fizestes isto, Pai Celestial, mas eles não reconheceram que eles também podem seguir este único caminho, como o Meu sacerdote seguiu à frente deles já há onze anos.”

Um claro “NAO“ foi dado a Mim, ao Pai Celestial. Isto foram Minhas lágrimas de sangue, pois quão muito Eu sofro por Meu Filho, o qual Eu deixei ser pregado na cruz por toda a igreja, por todos os pecadores, para salvarem a todos eles. E agora eles pregam-No de novo na cruz através de seus pecados grave.

Por isso você, Minha pequena, pediu hoje a São João que ele possa preservar, através de sua virgindade, muitos sacerdotes do pecado grave. Eu vos peço que continue a expiar e a sacrificar para o Meu consolo e também para a Irmandade São Pio X, que se dividirá e, lamentavelmente, alguns deles não separarão, mas devem experimentar o fogo eterno, pois o ódio cresceu tão fortemente neles que Minha fúria se tornou enorme, apesar de Meu Filho Jesus Cristo ter Me pedido para não os atirar no fogo eterno.

É tão triste Eu ter que vos comunicar isto hoje neste dia de festa. Porque Eu faço isto? Para que vós expiai ainda mais. Para que você, Minha pequena, carregue continuamente a sua doença sobre você, o que você não pode entender. Do contrário, caso você não queira padecer disto, Eu teria que impor a você outra doença diferente. Aceite continuamente isto e não questione quando Eu irei retirá-la. Eu irei retirá-la de ti, mas não tão breve como você espera. Não, isto levará ainda longo tempo.

Você sabe que você é a sucessora de Maria Sielers. Por isso é que o ministério sacerdotal é tão importante para Mim. Eu ainda não tenho nenhum sacerdote que queira Me seguir em tudo. Isto é o mais amargo cálice de sacrifício que o Anjo do cálice segura sob o ferimento do Coração de Meu Filho para apanhar Seu sangue.

Todavia vós, Meus amados, estais ai hoje neste dia para Meu consolo. Eu convoco de novo todos os sacerdotes a viverem a virgindade e a olharem o Coração Imaculado de Minha amorosíssima Mãe e se consagrarem. Que eles possam novamente tomar o breviário em mãos e dar-Me a promessa da fidelidade, estar nela para sempre, amar somente a Mim, o Pai Celestial na Trindade e sacrificar-se totalmente ao Meu Filho na verdadeira Santa Missa com todo o pensamento e compreensão, como Meu amado Padre Pio que já se encontra no céu, fez em toda a Santa Missa, pois vós todos sois sacerdotes do sacrifício. Doai-vos absolutamente ao Meu Filho, como Eu assim desejo. Vós sois Meus escolhidos e Eu coloco sobre vós toda a Minha força Divina.

Olhai para a Minha amargura e para a cruz de Meu Filho Jesus Cristo, assim podeis perseverar e tornar-vos sacerdotes do sacrifício. Somente depois, Eu posso vos enviar a Graça Santificante. Esperai, especialmente nestes dias do tempo de natal, pelos fluxos de Graça que vos iluminou e que vos deve circundar com o amor de Deus. Daí vós sereis fortalecidos e podeis escalar os últimos passos da escada celeste, de acordo com o Meu plano, desejo e vontade. Isto não será fácil para vós, mas por isso pensai na Graça que vós recebeis de Mim. Somente depois vós podeis progredir no caminho de vossa santidade.

Eu amo-vos e abençoo-vos na força tripla com vossa Mãe Celestial, com todos os Anjos e Santos, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Amor sobre amor, fidelidade sobre fidelidade até o último momento. Amém.