26 Dezembro 2015 – Festa do Primeiro Santo Mártir Estevão.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

26 Dezembro 2015 – Festa do primeiro Santo Mártir Estevão. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício Tridentino segundo Pio V., na igreja-casa em Göttingen, através de Seu instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Hoje, no segundo dia de Natal, celebramos a festa do Santo Estevão. No começo da Santa Missa entrou uma grande quantidade de Anjos na igreja-casa. Primeiro foram os Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael e depois vieram os Querubins e Serafins. Eles reuniam-se em torno do Altar Principal e, parcialmente, em torno do Altar de Maria. Durante o Santo Sacrifício da Missa, o tabernáculo estava especialmente iluminado em luz clara e irradiava num brilhante dourado. Durante o Sacrifício o Anjo tocou a trombeta de cima do Altar da Virgem Maria. Neste momento o Menino Jesus elevou Seus bracinhos e alegrou-se com este Anjo, que O adorou e, ao mesmo tempo, alertou os fiéis que Jesus Cristo é o Salvador e que o Redentor nasceu hoje ao mundo. Nós podemos nos alegrar do Seu nascimento, nós podemos adorá-Lo, amá-Lo, sim nós podemos acariciá-lo porque Ele, gentilmente, aceitou tudo por nós e porque hoje, neste segundo dia de Natal, o primeiro Mártir sacrificou sua vida por Ele.

O Pai Celestial falará: Eu, o Pai Celestial, falo através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra totalmente na Minha vontade e hoje repete palavras que vem de Mim.

Pequeno rebanho amado, amados seguidores, amados fiéis e peregrinos de perto e de longe, vós ouvistes hoje que já se matava os profetas daquele tempo? Não se tem aprendido nada com isso, pelo contrário, apedrejam-nos também hoje, enquanto se quer roubar a paz de suas almas. Não são capazes em dizer: “Sim, eu posso acreditar nestas mensagens porque elas não correspondem às palavras dos mensageiros”. Os mensageiros não eram capazes de formular estas palavras, porque aos olhos humanos eles são incapazes disso, ou seja, eles são falíveis. Porém, Minhas mensagens correspondem à plena verdade e nada se pode falar o contrário de que elas não corresponderiam à plena verdade. Tudo são Minhas palavras e Minha pequena repete-as. Queria-se ferir a sua alma. Retirar-lhe a honra, todavia não se pode prejudicar-lhe em nada, porque ela será protegida por Mim, o Pai Celestial.

Meu pequeno rebanho amado, Meus amados seguidores, vós praticais o amor ao inimigo como também fez Santo Estevão. Vós amais vosso inimigo porque vós orais por eles. Vós sereis odiados, porém vós (os) abençoais. Vós resistis até o último momento, até que Eu, o Pai Celestial, vos dê a benção de que chegou o fim de vossos dias de mensagens. Depois começa Meu tempo. Meu tempo não é vosso tempo, porque vós não podeis imaginar como ele se parecerá. Tudo será diferente de como vós podeis sondar.

Porém, Meus amados, se vós perseverais até o fim, então será concedido a salvação a vós. Vós podereis experimentar, também agora nestes dias do tempo de Natal, muita alegria, porque Eu, o Pai Celestial, fortalecer-vos-ei de forma especial, com o Menino Jesus na cripta através dos raios de Graça do Santo Sacrifício da Missa, que seguem para o mundo. Algumas pessoas e sacerdotes rebelar-se-ão contra, contra estas verdades, pois eles não somente não correspondem à verdade, mas também porque muitos se sentem acusados. Meus sacerdotes desprezam Meus mensageiros e odeiam-nos, expulsam-nos dai de onde eles anunciam Minhas mensagens e de onde estão solícitos e dispostos a tomar tudo sobre si e oferecer suas vidas a Mim em sacrifício. Às vezes, Eu aceito o sacrifício, às vezes estes mensageiros devem continuamente resistir, assim como Eu quero, assim como está no Meu plano e em Meu desejo.

Como ousam ainda hoje os sacerdotes a proceder-se contra as Minhas verdades. Eles dizem: “As mensagens não foram reconhecida pela igreja e por isso elas não devem ser difundidas. O mal está metido nestas mensagens.”. Como isto pode ser possível, se Eu, o Pai Celestial, protejo Meus mensageiros e, isto, já está notificado em Minha Santa escritura. Tudo corresponde também à Santa Escritura. Porém eles não acreditam e desprezam continuamente Meus mensageiros e escravizam suas almas para que eles desistam.

Meus pequenos mensageiros não desistais! Não tenho Eu vos protegido completamente a todo o momento? Vós não recebestes Minha amorosíssima Mãe como presente nestas dificílimas tarefas e profecias? Não podeis perseverar, mesmo quando as coisas se tornam seríssimas e o desprezo chega ao vosso encontro? Abençoai vossos inimigos e amai-os rezando por eles. Jamais desistais, pois os últimos degraus serão agora mais íngremes para vós.   

Meus amados seguidores, acreditai cada vez mais fundo, mais firme e multiplicai-vos, pois nestes últimos tempos é necessário que um enorme rebanho de seguidores esteja atrás de Minha pequena e de Meu pequeno rebanho, que a todo o momento deve ser fortalecido e protegido. Eu vos peço, perseverais e aspirai dia e noite pela santidade, mesmo que o sofrimento vos atinja. Diante disso, dizei: “Sim Pai, para Ti, para os sacerdotes, para que eles finalmente acreditem, confiem e espalhem este Santo Banquete no Rito Tridentino na igreja católica para todo o mundo.” Eles devem reconhecer que Eu, o Omnipotente Soberano de todo o mundo, a fortaleço e que Eu permaneço e sou o Regente da verdadeira Igreja Católica. Esta igreja católica nunca perecerá mesmo quando ela for renovada na verdadeira igreja da Glória.

Resistai aqui em Göttingen, Meu pequeno rebanho amado, apesar de vós quererdes apressar-se para a Casa da Glória. Todavia ainda não é Meu desejo que viajes para lá. Eu, o Pai Celestial, darei a vós informações precisas de quando tudo deve acontecer. Eu não omitirei nada, nem mesmo para os Meus amados seguidores. Sempre serão dadas pequenas informações no corpo maciço das grandes mensagens, se isto for necessário a vós.

Eu amo-vos e agradeço-vos por toda a capacidade de perseverança, por vosso amor e por vosso consolo e fidelidade que trazeis a Mim. Obrigado por tudo o que vós doais a Mim, o Soberano Todo o Poderoso.

Abençoa-vos agora o Deus Trino na força tripla e amor, em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Anne: Louvado e bendito seja o Santíssimo Sacramento agora e por toda a eternidade. Amém.