24 Janeiro 2016 – Septuagésima. O Pai Celestial Fala Após o Santo Sacrifício Tridentino Segundo Pio V.

Mensagem do Pai Celetial à Anne.

24 Janeiro 2016 – Septuagésima. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício Tridentino segundo Pio V., na igreja-casa em Göttingen, através de Seu instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Durante a Santa Missa, o Altar da Mãe de Deus, especialmente o Altar do Sacrificio, estavam imersos em luz dourada brilhante. Os Anjos adoravam o Santíssimo durante a Santa Missa. O Menino Jesus nos abençoou. O Santo Arcanjo Miguel teve que manter o mal afastado de nós.

No domingo da septuagésima, o Pai Celestial falará: Eu, o Pai Celestial, falo agora e neste momento através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e Filha Anne, que se encontra totalmente na Minha vontade e repete somente palavras que vem de Mim.

Pequeno rebanho amado, amados seguidores, amados fiéis e peregrinos de perto e de longe, Eu, vosso Pai Celestial, vos darei neste caminho de hoje, algumas instruções.

Sim, Meus amados, vós estais na pista de corrida. Muitos são chamados, mas poucos são escolhidos. Isto é o vosso lema, Meus amados. Vós sois os escolhidos. Mas isto significa que vós estais expostos à maior das exigências e estas, com frequência, não são iguais umas às outras. Eu não necessito dos outros para este sacrifício que Eu exijo de vós, Meus amados, – somente de vós – e sois quatro e não mais. Muitos foram chamados, mas lamentávelmente somente poucos escolhidos. Dos Meus escolhidos devo exigir o extremo, porque Eu quero salvar muitos sacerdotes.

E agora voltamos para a pista de corrida. Vós correis nesta pista e pensais frequentemente não (conseguir) chegar ao final. Tudo passa por vós, todavia deixando ás vezes vestígios. Isto deixa vestígios. As pessoas vos perseguem, porém vós os abençoais. As pessoas os desprezam e vós não fugis. Vós sois aqueles que deveis sempre ir à frente com bons exemplos, mesmo se pensais que será demasiadamente difícil obedecer a Minha vontade, a qual Eu anunciarei – sempre e sempre anunciarei. Segui-a com precisão e não desvieis em passo algum dos Meus desejos. Tudo o que Eu exijo de vós, Eu pré-concebi perfeitamente. Isto é vossa cruz e deveis carregá-la, Meus amados.

Não tenho Eu enviado o Meu Filho ao mundo para que Ele traga o maior sacrifício por vós? Ele não morreu por vós, – por vossos pecados? Não padeceu Ele tudo, sem poupar a si mesmo? Também vós, Meus amados, não vos poupareis. Vós pensais frequentemente que estais próximo do desmaio e que isto vai parar por aqui. Quão frequente Eu já vos disse que o vosso Pai Celestial vos protegerá de tudo? Vós deveis confiar profundamente. Vós não acreditais que vosso Pai Celestial sempre endireita tudo e repara vossas falhas, pois vós não sois perfeitos. Quão frequente esqueceis algo. Vós praticais bondade para com os outros, mas em última análise, é para Mim, o Pai Celestial (que fazeis o bem). Provai a Mim, que vós Me amais de fato! Eu desejo esta prova (de praticar a bondade) de vós.

 Vós fizestes muito por Mim, Meus amados, e Eu agradeço-vos por isso. Vós vos encontrais continuamente nesta pista de corrida, onde não existe parada alguma, mas uma corrida que sempre avança. Não penseis em retornar e não olhais para o futuro. Ele é totalmente diferente do que vós podeis imaginar, pois vosso Pai Celestial já tem o Seu plano firme em Suas Mãos. Tudo está preparado, todavia os homens são diferentes do que podeis imaginar, pois eles sempre colocam pedras no vosso caminho. E assim, o Meu plano é rompido e vos podeis começar de novo, apesar de Eu ter desejado isto de outra forma.

Eu não posso fazer outra coisa porque Eu dei ao homem o lívre arbítrio, Meus amados. Por isso vós deveis sempre começar de novo, mesmo onde tudo já estava preparado. As pessoas são desorganizadas e cometem falhas sobre falhas, e vós tendes que aprender a carregar muito, apesar de pensardes não poder suportar isto. Diante disso amparai-vos em vossa Mãe Celestial. Ela não teve que suportar muito mais que vós o grande sofrimento? E Seus Filhos de Maria, que se encontram no ponto mais alto, devem suportar o mais difícil. Somente vós os quatro são afligidos com o maior dos sofrimentos.

Os seguidores estão ai para que Ele vos apoie na oração e sacrifício. Mas o maior dos sofrimentos você deve carregar, Minha pequena amada. Você pensa que tudo dá errado. Em razão da mudança vós estais totalmente sobrecarregados. Isto sei Eu, o Pai Celestial, e, todavia, vós superareis  tudo, mas somente com a força Divina. Vossa força está no fim. Isto também sabe o Pai Celestial e assim o aceita. Eu sei que agora vós não estais totalmente na tranquilidade e que o vosso desejo é estarem tranquilos e, isto, também Eu o sei. Todavia, não conseguis com frequência, pois muitas tarefas esperam por vós e vossa compreensão não pode entender tudo isto. Acreditai que Eu reparo às falhas que vós cometeis. Não tendes medo! Eu tenho o futuro firme em Minhas mãos. Eu planejarei todos os dias com precisão. Vós deveis seguir Meu desejo e jamais os vossos desejos. Vossos desejos são outros. Vós sois frequentemente egoístas e sem planos. Mas a Minha ordem está acima de tudo.

Eu amo-vos e permaneço junto de vós todos os dias. Eu protejo-vos em qualquer situação com todos os Anjos e também com vossa amorosíssima Mãe. Eu abençoo-vos agora na Trindade com a força tripla, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. O amor é o maior. E o maior Eu exijo de vós. Amém.

Anne: Louvado e bendito seja o Santíssimo Sacramento do altar pelos séculos dos séculos. Amém.