20 Agosto 2017 – Décimo Primeiro Domingo Depois de Pentecostes.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

20 Agosto 2017 – Décimo Primeiro Domingo Depois de Pentecostes. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício da Santa Missa no Rito Tridentino segundo Pio V., através de Seu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Nós celebramos hoje, 20 agosto 2017, o décimo primeiro domingo depois de Pentecostes com um Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino segundo Pio V.

Hoje, o altar da Virgem Maria e também o altar do Sacrifício estavam especialmente providos com arranjo de flores. A devoção dos Santos (à Virgem Maria) no dia de hoje era especialmente intensa. Alguns Santos apareceram junto do Altar do Sacrifício. Eu vi o Santo Bernhard de Clairvaux, a Santa Mãe Anna, o Santo Joaquim, o São José e a Santa Juliana de Lüttich.

A Mãe de Deus apareceu num branco radiante e sobrenatural. Seu Rosário era também branco. Sua coroa de estrelas era em ouro e brilhava em claro. A imagem (estátua) da Mãe de Deus estava para eu ver, como se Ela estivesse viva. Além disso, os Corações da Mãe de Deus e de Seu Filho Jesus fundiram-se. A Mãe de Deus movimentava-Se e mantinha diálogo com Seu Filho Jesus Cristo. Eu não compreendia nenhuma palavra, porém eu percebi que Ela, suplicantemente, chamava o Seu Filho Divino para que Ele pudesse fazer a intercessão junto do Pai Celestial. Eu percebi que Ela queria ainda adiar a intervenção do Pai Celestial para levar os Seus sacerdotes ao arrependimento. A Mãe de Deus implorou precisamente o Seu Filho. Contudo, Ela não foi ouvida. Isto eu pude perceber nitidamente. Este fato levou-A à lágrimas, as quais pude ver. Eu Sei que Jesus dirige-se primeiramente ao Pai para pedir algo ou para curar. Jesus sempre decide na Trindade. Nunca sozinho.

O Pai Celestial falará agora: Eu, o Pai Celestial, falo agora e neste momento, através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra em Minha vontade e repete somente palavras que vem de Mim.

Pequeno rebanho amado, amados seguidores e amados peregrinos e fiéis de perto e de longe. Hoje, neste dia, falo Eu para vós na capela-casa em Mellatz. Eu fundei esta capela-casa segundo o Meu desejo e Minha vontade e também construí esta casa. Mesmo antes dela ser construída, isto era já a Minha vontade. Vós a adquiristes, porém segundo o Meu desejo e a Minha vontade. Não sois vós que tivestes a vontade de adquirí-la, mas Eu tinha este desejo. Vós executastes o Meu pedido. O mobiliário foi também cumprido segundo o Meu desejo e vontade. E ainda hoje é assim também, Meus amados. Tudo vai continuar a acontecer de acordo com o Meu desejo e vontade.

A intervenção ocorrerá certamente em breve. Antes, surgirá um poderoso terremoto. Uma tempestade forte com relampagos, trovões e grandes granizos seguir-se-ão. Uma escuridão anormal surgirá. As pessoas abandonarão suas casas de medo e, em gritos, correrão pelas ruas. Eles não poderão explicar o que está passando a si mesmos. Estas são pessoas incrédulas, as quais Eu não pude esclarecer através das Minhas muitas informações nas mensagens. Até o momento, as muitas catástrofes e tempestades não puderam alertar as pessoas para o Meu acontecimento. Ainda a incredulidade é muito forte. Contudo, Eu gostaria ainda de salvar muitos. Eu não posso mais tolerar os incrédulos e estes imundos, que se espalharam hoje na Minha Igreja Católica. Eu tenho que intervir, pois Minha amorosíssima Mãe é escarnecida ao extremo e Eu não tolero mais isto. Condenaram-Me injustamente e Me pregaram na Cruz. Isto Eu suportei para salvar a humanidade. Porém, quando a Minha amorosíssima Mãe, que deu a luz ao Meu Filho Jesus Cristo, é desprezada, difamada e atingida com imundície, então Eu tenho que dar uma parada nisto. Por isso, este acontecimento ocorrerá num futuro muito próximo.

Meus amados, lamentavelmente Eu não posso salvar muitos sacerdotes. Eu mesmo quis adiar este acontecimento. Minha amorosíssima Mãe pede continuamente pela conversão de Seus sacerdotes diante do Meu trono. Contudo, Ela tem pouco sucesso. Apesar disso, Ela continua a pedir por Seus amados sacerdotes.

Meus amados Filhos, vós experimentareis ainda muitos milagres. Através deste milagres Eu gostaria ainda de alertar alguns através da inexplicabilidade de Minha Omnipotência. Assim, alguns poderão arrepender-se, porém muitos de Meus amados sacerdotes terão que preciptar no eterno abismo. E isto Me amargura, pois Eu não gostaria de deixar que nenhum único sacerdote precipte no eterno abismo. Isto é o Meu e o desejo da amorosíssima Mãe. Que os sacerdotes possam finalmente arrepender-se. Eles recebem de Mim luzes espirituais e conhecimentos especiais. Porém, Eu os deixo com seus livre arbítrio até às últimas. Eu não posso forçá-los a aceitar a fé. A fé é a decisão mais livre de cada ser humano. Por isso, Eu ainda sempre considero a livre vontade de cada ser humano. Meus amados filhos, não podeis frequentemente compreender muita coisa, especialmente no tempo de hoje.

Você, Minha pequena, não pode compreender até hoje a Minha intervenção junto de Minha filha Katharina. Também aí, Eu intervi. Um dia você reconhecerá que isto não foi somente Meu desejo e vontade, mas também que, desta forma, foi o melhor para Minha amada filha Katharina. Você sofrerá ainda muito tempo com isso. Contudo, acredite em Mim. Eu te apoiarei em Sua tristeza. Você não se sucumbirá à esta tristeza, mas você continuará a progredir. Você cumprirá esta missão mundial até o seu último suspiro.

Assim, abençoo Eu a vós hoje, desta capela-casa em Mellatz, com todos os Anjos e Santos e com vossa amorosíssima Mãe, em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Eu vos amo e estarei a todo momento junto de vós. Tende ainda um pouco de paciência. Eu irei protegê-los. Amém.