18 Junho 2017 – Domingo na Oitava Após o Santissimo Corpo de Jesus.

Mensagem do Pai Celestial à Anne. 

18 Junho 2017 – Domingo na Oitava após o Santissimo Corpo de Jesus. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício da Missa Tridentina, segundo Pio V., através de Seu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne.

Anne: Nós celebramos hoje, 18 Junho 2017 e segundo domingo após Pentecostes, a oitava da festa do Santíssimo Corpo de Jesus Cristo em um devoto Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino, segundo Pio V.

Eu pude ver os Anjos e também os três Santos Arcanjos durante o Santo Sacrifício da Missa. O altar do Santo Sacrifício e também o altar da Virgem Maria estavam imersos em uma luz dourada-prateada brilhantes. Em todos os arranjos de flores e nas rosas haviam pérolas brancas em cada uma e os magníficos ramos de flores estavam providos com pequenos diamantes rosas que brilhavam. O exército de Anjos entravam e saiam durante o Santo Sacrifício da Missa e se agrupavam em torno do tabernáculo e reverenciavam o Santíssimo. Alguns inclinavam Suas faces em reverência e queriam mostrar-nos com isso, o quão precioso é o Santíssimo Sacramento do Altar.

Nós celebramos a festa do Santíssimo Corpo de Jesus e professamos nossa fé, ou seja, nós professamos que Jesus Cristo está verdadeiramente presente aqui em Divindade e Humanidade. Nós apresentamos publicamente a nossa verdadeira fé católica em cada cidade onde se realiza a procissão do Corpo de Deus. Naturalmente, é do desejo do Pai Celestial que, durante a exposição do Santíssimo, nós nos ajoelhemos (em honra à Ele). Lamentavelmente, isto hoje não é mais comum. O Pai Celestial deseja quatro altares nos quais o Santíssimo seja adorado. Nós nos ajoelhamos por grande devoção e adoramos o Rei de nosso coração. O Pai Celestial deseja que na exposição do Santíssimo, ninguém permaneça de pé, mas que imediatamente se ajoelhe quando já exposto nas mãos dos sacerdotes. Ele disse que todo o joelho debaixo da terra sobre a terra tem que se dobrar. Lamentavelmente, isto não está mais presente na fé católica, na igreja modernista. Isto tem que estar novamente presente.

O Pai Celestial falará hoje: Eu, o Pai Celestial, falo hoje no domingo da oitava, após a festa do Santíssimo Corpo de Deus, através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra totalmente em Minha vontade e repete somente palavras que vem de Mim.

Pequeno rebanho amado, amados seguidores, amados peregrinos e fiéis de perto e de longe, Eu, o Pai Celestial, falo agora e vos dou neste dia, importantíssimas informações e instruções para vós todos. Eu falo hoje para aqueles que acreditam verdadeiramente, que acreditam no Santíssimo Sacramento da Eucaristia, que testemunham Jesus Cristo. Eu desejo de todos que Me testemunhem que transmitam a verdade ao mundo, sem “SE” ou “PORÉMS” [1].

Vós, Meus amados, especialmente vós Meu pequeno rebanho amado, sereis perseguidos até o extremo. Eu já não vos anunciei isto tudo? Esta perseguição deve acontecer, Meus amados.

Vós sereis odiados por todos por causa de Meu nome, como é dito na Epístola. Sim, vós sereis odiados por todos. Só assim, encontrai-vos na verdade, só assim. Se vós serdes louvados, então não podeis estar agradecidos, mas deveis perguntar-vos: “O que não está bem em mim? Tenho eu testemunhado Jesus de fato? Vivo eu plenamente em Sua vontade ou ainda cumpro apenas uma parte de minha própria vontade?” Assim, vós não estais totalmente certos. 

Vós, Meu pequeno rebanho amado, tendes que executar o maior e o mais perfeito neste tempo, porque Eu vos protejo, porque Eu formei um círculo de luz em torno de vós, isto é, vós tendes a total proteção. Quando fordes odiados pela maioria, então pensais no Meu Filho Jesus Cristo que também foi odiado por todos. Não estais vós em Sua sucessão? Não quereis tomar tudo sobre vós?

Brevemente, Meus amados, sereis uma comunidade de três [2]. Ainda vós estais triste de que as coisas são desta maneira. Porém, pensai em Minha vontade, Meu plano e Meus desejos. Eu dar-vos-ei a conhecer tudo e isto será revelado. Então, quando Eu desejar, milagres acontecerão em vós e ao vosso redor. Vós deveis acreditar, confiar e aguardar com paciência. Frequentemente, desejais agora neste momento, uma alteração no cumprimento do objetivo. Vós deveis corresponder ao Meu desejo, não aos vossos desejos e estes vossos desejos não se encontram frequentemente em conformidade com a Minha vontade.

Vós deveis sacrificar-vos plenamente com tudo o que está em vós. Vós não deveis reter nada convosco. Eu vos purifico em alta escala e isto não podeis compreender, pois não podeis sondar muita coisa, porque Eu, o Pai Celestial, exijo o extremo de vós. De você, Minha pequena, Eu exijo o maior. Através de seu desmaio, você será conduzida no Meu amor. Você experimentará o Meu amor em altíssimo grau. Você não compreenderá o que Eu desejo de você.

Você estará totalmente em Minha vontade, em Minha proteção. Você não poderá entender isto, porque Eu te uso neste último tempo como uma bola de brinquedo. Eu posso fazer tudo com você, caso você sacrificar-se a Mim totalmente. Você transferiu a sua vontade para Mim. Você não tem mais nenhuma vontade própria. Isto Eu desejo de você. Se você, porém, diz que gostaria um pouquinho de sua vontade, ao invés de dar a conhecer a Minha vontade, então faça-o.

Anne diz: Não, Pai Celestial, Eu tranferi a Ti totalmente a minha vontade e assim eu gostaria de deixar. Obrigado por Tua oferta, porém eu gostaria de Te provar um pouco que eu de fato Te amo de todo o coração, até a existência de meu próprio ser, de tal forma que Minha vontade e compreensão seja desligada.

Eu Te prometi e direi sempre: Sim, Pai, Sua vontade aconteça, não a minha. Mesmo que eu não compreenda nada, eu irei seguir a Tua vontade!

O Pai Celestial continua a falar: Meus amados filhos, Eu convidei a todos para este Banquete Nupcial, para a Santa Eucaristia, para a Santa Comunhão. Lamentavelmente, nem todos vieram. Pelo contrário, quase todos têm uma desculpa.

Podem também os fiéis receber este Santo Sacramento, esta Santa Comunhão, se eles estão em pecado grave, isto é, se eles seguem a “Amoris Laetitia”? Não. Isto é um pecado grave, isto é um sacrilégio, Meus amados, e isto permanece um sacrilégio. Jamais ocorrerá o fato de alguém que está em pecado grave, poder receber este Meu Santo Sacramento, a Comunhão, pois Meu Filho Jesus Cristo está presente com a Divindade e Humanidade. Isto corresponde à verdade. Eu amo todos e convidei a todos para o Meu Banquete Nupcial, porém poucos estão dispostos a receber-Me na boca (comunhão direto na boca) em pleno amor, agradecimento e em devoção de joelhos. Somente assim.

Um sacerdote que realiza a missa do povo em torno do altar do povo, Eu não posso realizar nenhuma transsubstanciação nele. Porque? Porque ele está de costas viradas para Mim. Porque ele não pensa em Mim, o Filho de Deus, mas se dirige para o povo e fala para o povo. Isto significa que ele ama o povo mais do que a Mim. Por isso, Eu não irei transsubstanciar-Me em nenhum sacerdote que celebra a missa do povo e que também está de acordo com que os leigos possam repartir-Me, o Filho de Deus, Jesus Cristo. Não, isto não compreende jamais à verdade. Observai isso, Meus amados. Estes que Me recebem indignamente, estão já condenados.

“Um sacerdote que realiza a missa do povo em torno do altar do povo, Eu não posso realizar nenhuma transsubstanciação nele. Porque? Porque ele está de costas viradas para Mim. Porque ele não pensa em Mim, o Filho de Deus, mas se dirige para o povo e fala para o povo. Isto significa que ele ama o povo mais do que a Mim. “

“Eu não irei transsubstanciar-Me em nenhum sacerdote que celebra a missa do povo e que também está de acordo com que os leigos possam repartir-Me, o Filho de Deus, Jesus Cristo”

Eu exijo que recebam a Mim, o Filho de Deus, somente em total devoção, que se ajoelhe diante de Mim e que receba a Comunhão de um sacerdote de joelhos e na boca. Qualquer outra coisa é uma transgressão grave, um sacrilégio. Quem Me comunga indignamente, este comunga a condenação. Isto é a plena verdade.

Isto também significa o eterno Banquete Nupcial. Vós podereis um dia experimentar no céu este Banquete Nupcial eterno, porém, somente se receberdes aqui na terra o verdadeiro Maná de maneira devota. Só assim, podeis um dia participar no eterno Banquete Sacrificial. Vós ocupareis os primeiros lugares, Meus amados. Eu olho para vós. Eu olho para os vossos corações, os quais Eu gostaria de ocupar totalmente. Eu gostaria de ser o Rei de vossos corações. Eu posso Ser Este? Posso entrar em vós e vos inundar com Meu amor? Estais preparados, amados sacerdotes, os quais não tem seguido a Minha vontade até o momento? Eu vos convoco novamente. Arrependei-vos e abandonai esta igreja modernista. Consenti-vos em celebrar o Santo Sacrifício da Missa na verdadeira devoção, no Rito Tridentino segundo Pio V. Somente um, este Santo Banquete Sacrificial, corresponde à plena verdade e isto Eu desejo de todos os sacerdotes de todo o mundo.

Isto será assim, Meus amados, pois Minha intervenção será de maneira diferente daquela que vós podeis conceber-vos. Totalmente diferente. Por isso, não pergunte quando o vosso Pai Celestial planeja e executa esta intervenção. Vós estais bem próximos desta intervenção e ela comecará com uma poderosa trovoada com relâmpagos e chuvas de granizo. As estrelas irão cessar, a lua e o sol não mais brilharão, Meus amados filhos. Assim será isto.

Isto tudo vós não podeis imaginar. Não se acredita em Mim. Eu tenho que executar esta intervenção. Eu tenho que involver a vós todos e também aqueles, os quais acreditam e que se doaram a Mim, pois Eu, o vosso Pai Celestial, planejo e desejo que, lamentavelmente todos, incluindo aqueles que se doaram a Mim, sejam afetados.

Esta Minha intervenção será cruel. Por isso, rezai para este tempo. Porém, Eu não desejo que deixeis ninguém entrar para dentro de vossa casa neste tempo. Quando ocorrer a intervenção e a escuridão começar e durar os três dias, então permaneçam sozinhos, rezai e vigiai, acedei as velas e não deixais nenhum raio de luz do lado de fora entrar para dentro e não abra a porta para ninguém.

Eu vos dei agora algumas instruções importantes. Segui-as em obediência, pois Eu, o Pai Celestial, protejo-vos com todos os Anjos. Jamais acontecerá algo convosco. Por isso, não tenhas medo.

Vós estais tristes porque Minha pequena Katharina não pode mais ser a quarta pessoa convosco. Deixai para Mim o Meu plano e a Minha vontade e acreditai e confiai. Eu exijo de Minha pequena Katharina que ela se sacrifique a Mim, o Pai Celestial. Acreditai especialmente que Eu posso mudar tudo com um mexer de dedo. No momento Eu posso curar. Vós deveis dar a Mim a vossa total confiança. Vós Me demonstrais o vosso amor quando não vedes nada, quando também não podeis entender nada do que Eu desejo. Assim então, Eu posso operar. Pois fé significa nada ver e, todavia, acreditar.

Vós ouvistes dos médicos: “O que Eu vejo, eu acredito. Qualquer outra coisa é desconsiderada e sem compreensão.” – Não, Meus amados, vós não estais sem compreensão e também não sois desconsiderados. Vós acreditais em Mim, o Deus Trino que pode operar tudo, pois jamais estareis no plano de frente. Vós sois um nada e continuais a permanecer um nada. Somente assim, Eu posso operar em vós.

Eu posso operar em vós quando vós testemunhais o nada diante das pessoas, quando dizeis: “O Pai Celestial é tudo e Ele pode tudo. Eu irei cumprir Seus desejos. Meu desejo e vontade está frequentemente contra (a Dele). Quando tudo estiver ou falar contra, então eu digo: “Pai Celestial, Tua vontade aconteça.” Você Minha pequena e vós tendes testemunhado-Me diante dos médicos. Por isso, Eu vos agradeço por manterdes firmes. A força para se manter era de vosso Pai Celestial. Você, Minha pequena, contou seguramente e firmemente com o Meu amor e Eu te dei palavras que não eram de você.

Continuai a seguir Minha vontade e Meus desejos, assim estou convosco a todo o tempo.

Vós estais protegidos com todos os Anjos e pensai no círculo de luz que Eu coloquei em torno de vós. Ninguém que não acredita, não pode adentrar neste círculo de luz. Também mantende distante de todos que não acreditam e querem vos fazer mal. Assim, o Meu amor irá ser revelado.

Eu vos amo sem limites e desejo que vós sacrificais sempre à Minha vontade no amor, agradecimento e fidelidade.

Assim, Eu abençoo-vos com todos os Anjos e Santos, especialmente com vossa amorosíssima Mãe Celestial, a Rosa Rainha de Heroldsbach e a Mãe e Rainha da Vitória, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Pensai sempre que vós estais na Minha vontade e deveis segui-la por amor a Mim. Assim, vós demonstrais a Mim que Me amais de fato. Obrigado por vosso amor recíproco. Amém.

 [1] … sem “SE” ou “PORÉMS” – Sem desculpas.

[2] … sereis uma comunidade de três  – O pequeno rebanho é formado por 4 pessoas (Anne, Padre Lodzig, Monika e Katharina). Porém, agora serão apenas 3 após longos anos unidos oferecendo sacrifício e expiações ao Pai Celestial. Katharina irá retirar-se do grupo.