18 Dezembro 2016 – Quarto Domingo do Advento.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

18 Dezembro 2016 – Quarto Domingo do Advento. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino, segundo Pio V., através de Seu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Hoje, 18 de dezembro 2016, celebramos o quarto domingo do Advento. Precedeu-se um digno Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino, segundo Pio V. O altar do Sacrifício e o altar da Mãe de Deus estavam imersos em luz dourada brilhante. Os Anjos entravam e saiam. Eles agrupavam-se em torno do Tabernáculo e em torno do altar da Virgem Maria durante o Santo Sacrifício da Missa. O Pai Celestial e a Mãe de Deus abençoavam-nos durante o Santo Sacrifício da Missa.

O Pai Celestial falará hoje: Eu, o Pai Celestial, falo agora e neste momento, através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra na Minha vontade e repete somente palavras que vem de Mim.

Pequeno rebanho amado, amados seguidores e amados peregrinos e fiéis de perto e de longe. Vós atendestes ao Meu chamado e vós prestais obediência a Mim. Eu gostaria de agradecer a vós todos hoje, no quarto domingo do Advento, por vossa fidelidade.

Meus amados, com quanta dificuldade tendes perseverados na fidelidade neste tempo, antes que tenha lugar a minha intervenção. Todavia, Eu protegi-vos em toda a situação. Vossa amorosíssima Mãe está convosco. Ele envia-vos muitos Anjos para que recebais força para perseverar. Não será fácil. Porém, vós manteis fidelidade a Mim, o Pai Celestial na Trindade.

Como a voz que clama no deserto, do Santo João Batista, assim ressoará, também, a sua voz em todo o mundo, Minha pequena amada. Isto não é a sua voz, mas a Minha. Eu convoco todos os crentes neste último tempo a seguir o Meu chamado.

Quanta injustiça há hoje neste tempo, quanta miséria e quantas necessidades há hoje nas famílias. As famílias estão dilaceradas, porque elas não sabem onde elas podem encontrar a fé católica.

Muitas vivem em relações pré-matrimoniais e têm-se adaptado à generalidade. Isto hoje é tolerado pela igreja católica, sim, até mesmo legalizado. Não existe mais a fidelidade no casamento. Pode-se separar quando a diferença dos parceiros acentua-se na vida conjunta. Não existe mais a aproximação de um com o outro ou o perdão. A conciliação não é feita de forma alguma, porque falta o amor que mantém um casamento unido. Segue-se para outro parceiro e pensa-se que o próximo será o (parceiro) certo.

Além disso, no tempo de hoje, pode-se receber os sacramentos, pois finalmente ensina isto na igreja de hoje. Nenhum de ambos os parceiros percebem que eles recebem indignamente a Santa Comunhão. “Finalmente fazem isto tudo e isto é moderno no tempo de hoje”, dizem eles. Ninguém quer ficar para trás.

A fé católica hoje está totalmente destruída. Não é mais vivida nenhuma unidade nas famílias. Elas não encontram nenhuma satisfação neste mundo. Elas pensam ter encontrado a felicidade somente em curto tempo. Isto é, uma satisfação mundana, mas não tem nada a ver com fé. Muitos se submetem aos vícios, ao álcool, à intoxicação por drogas ou à sexualidade. Os viciados vêm à procura da verdadeira felicidade. Ninguém percebe que se amontoam pecados graves sobre pecados graves.

Tem-se dirigido ao mundo e adaptado-se à ele. A igreja adaptou-se ao mundo. Isto tinha que ser o contrário. O mundo tem que estar à procura de Deus em Sua igreja católica.

É o caminho falso que os cristãos católicos praticantes seguem. Eles são ensinados pelos seus sacerdotes representantes. Ninguém percebe que isto não corresponde à verdade. Isto faz todos, eventualmente. Ninguém quer ser um solitário e separar-se de sua família e amigos. A imagem geral da vida alterou-se. Não é de se voltar atrás. Afastou-se demasiado da fé. Ninguém também percebe isto, pelo fato destas alterações entrarem insidiosamente diante deles, pois se implementa isto simplesmente. Ninguém quer ser um estranho.

Meus amados, quão difícil é para vós ser compreendido por vossos parentes próximos. Eles rejeitam-vos e não sabem que eles seguem no falso caminho. Vós sofreis por isso e estais desamparados.

Permanecei fiéis a Mim e à Minha vontade e não Me abandone neste último tempo. Eu conduzir-vos-ei, caso vós sacrificar-vos absolutamente à Minha vontade.

Acreditai em Mim. Eu, o Pai Celestial, difundo a verdade até o fim da terra. Tudo será revelado. Tudo o que ainda hoje está encoberto será transportado à luz do dia.

Vós, Meus pequenos e humildes, vós sois os donatários. Ir-se-á invejar-vos de vossa segurança e força. Perseverai, pois Eu estou todos os dias convosco. Se vós Me procurais, então vós Me encontrareis. Chamai-Me, pois Eu não deixo sozinho os Meus fiéis amados. Quando fordes desprezados por causa de Meu nome, carregai este peso, pois este é doce como o mel. Ele conduz à meta. Vossa meta é a glória eterna.

Hoje, lamentavelmente, não somente os fiéis dirigiram-se ao mundo, mas também a autoridade eclesiástica que deveria ser um exemplo para todos. A descrença é ensinada desde o trono papal até os sacerdotes. Distorceu-se tudo. Tem-se alterado tudo desde o Santo Sacrifício da Missa até os sacramentos, sim, até mesmo os Dez Mandamentos. Minhas igrejas tornaram-se locais de show e Meus sacerdotes escolhidos em artistas. Como Eu devo ensinar-lhes a verdade, quando que eles mesmos se colocam em primeiro lugar? A fé desapareceu, adaptou-a ao mundo, de forma que esta fé católica tornou-se uma entre as muitas.

Meu pequeno rebanho amado, Eu imploro-vos, estai ao Meu lado e não Me abandone. Não desvieis um passo da verdade. Eu ensino-vos tudo, caso vós seguis ao Meu chamado e prestais obediência a Mim.

Lamentavelmente, a autoridade eclesial falhou de todas as formas e, isto, Me causa muita dor. Estai ao Meu lado, Meus amados, quão muito necessito de vosso consolo.

Se fordes ridicularizados, então pensai no Meu sofrimento da cruz. Conectai-vos com isso e não abrandai em vossa aspiração pela a verdadeira glória.

O mal quer agarrar-vos, mesmo no último minuto. Tenha em mente de que ele é astuto. Nada vai deixar de ser tentado por ele para enganar-vos. Avaliai tudo. Eu dou-vos o discernimento que é trazido por meio do Espírito Santo. Frequentemente, o mal atua também nas próprias famílias, através de briga e inveja.

Sim, olha-se com certa inveja para vós. Frequentemente vós não percebeis isto, porém, isto corresponde à verdade. Inveja-se de vós devido a vossa fé profunda e vossa capacidade de carga na cruz, especialmente na doença.

Eu dou-vos a força. Vós não podeis suportar o sofrimento por vós mesmo. Podeis superar tudo com a força Divina. Quando vós implorardes a Mim e a vossa Mãe Celestial por ajuda, então estaremos ao vosso lado.

Minha Mãe Celestial, que também é vossa, chora lágrimas amargas por causa de Seus sacerdotes que não querem converter-se.

A todos vós falar-vos-ão coisas más e expulsar-vos-ão das igrejas. Tem-se suprimido a Mãe da igreja, o Coração da igreja destas igrejas modernistas. Ela tornou-se não moderna. Não é contemporâneo falar sobre fé, pois isto se tornou coisa privada.

Agora o Meu amado sacerdote em Göttingen consagrou a Rússia ao Imaculado Coração da Virgem Maria. Isto tem sua validade, porque este é o Meu desejo. Eu te agradeço, Meu amado sacerdote, pelo fato de você tomar tudo sobre você. Você provou que Eu sou importante para você e não as pessoas que te desprezam e ridicularizam. Este chamado tem já pronunciado a Minha Mãe em Fátima. Porém, não se seguiu esta mensagem. Não se tem, sequer, difundido esta mensagem. Ela foi dissimulada pelos sacerdotes. Agora isto se tornou atual.

As duas grandes potências, Estados Unidos e Rússia, estão a tentar um contra o outro. Ninguém quer ser o perdedor.

Somente com o poder do Rosário a guerra será impedida. Rezai-o diariamente, Meus amados, pois vós não podeis fazer nada melhor. Vós percebereis que o Rosário concede-vos calma e tranquilidade.

Quão muito lutei por meus sacerdotes. Contudo, eles não querem. A consagração sacerdotal tornou-se sem importância para eles. Alguns vivem até mesmo dois sacramentos: o matrimonio e o do sacerdócio e acreditam que isto é possível. Ele não permanecerá fiel a nenhum dos dois sacramentos. A carga sempre pressionará suas almas, pois eles jogaram fora a missão e, além disso, vivem ainda no pecado grave. Este pecado grave será até mesmo legalizado pela igreja de hoje. As heresias na cadeira papal tornam-se desenfreadas e Eu quero educar sacerdotes Marianos, santos e humildes, que conduzam a nova igreja para a margem firme. Eles têm que arriscar tudo, mesmo se isto custar suas vidas. Eu irei protegê-los como a pupila de Meus olhos e nada se passará a eles.

Eu tenho que assistir, tristemente, como um sacerdote atrás do outro desvia da verdade. Quão perto os Meus sacerdotes encontram-se do abismo e, sequer, não se conscientizam de que eles se perdem para sempre, caso eles não estiverem preparados a se converter nesta última fase. As muitas chances que Eu lhes dei, eles não apanharam até agora.

Eu, o Pai Celestial, dou-lhes hoje de novo uma nova chance de poder converter-se. Eu convoco a todos novamente a converterem-se e deixarem entrar a luz do Advento.

Agarrai esta última chance. Isto é o último tempo. Eu imploro-vos a vos converter, pois amo-vos imensuravelmente. Não acreditais que vossa amorosíssima Mãe, a Mãe de Deus sofre por vós? Não é Ela a Mãe de todos os sacerdotes? Não luta Ela suficientemente por vós? Não implora Ela o suficiente pela vossa conversão? Não se ajoelha Ela initerruptamente diante do Meu Trono e implora amargamente por vossa conversão? Quão triste Ela está em tantos locais de peregrinações e chora lágrimas amargas por vossa causa. Podeis resistir a estas lágrimas? Isto são lágrimas por vós, Meus amados sacerdotes.

Acordai definitivamente, Eu amo-vos e luto por vós imparavelmente neste último tempo. A intervenção está à porta, Meus amados, Quão relutantemente Eu intervenho.

Esta intervenção será poderosa. Eu devo intervir poderosamente, Eu o Criador de todas as pessoas e forças, o Todo Poderoso, Omnipotente e Omnisciente Deus Trino, planejo esta intervenção. Eu mostrarei a todos os homens que Eu sou o Senhor sobre a vida e sobre a morte, o Criador e o Salvador de toda a humanidade.

Eu gostaria de salvar todas as pessoas, pois Eu fui à cruz por todos e padeci o tormento mais amargo para salvar a vós todos. Convertei e acreditai em Minhas palavras, pois Eu amo-vos.

Eu abençoo-vos agora com todos os Anjos e Santos, com vossa amorosíssima Mãe, na Trindade, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Eu provar-vos-ei o quanto Eu amo-vos, caso vós vos converteis. Então o Meu verdadeiro e Divino amor serão revelados. Tende paciência e persistais, pois Eu aparecerei com todo o poder e glória, quando ninguém esperar por isso.