17 Abril 2017 – Segunda-Feira da Páscoa.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

17 Abril 2017 – Segunda-Feira da Páscoa. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino, segundo Pio V., através de Seu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne.

Anne: Nós celebramos hoje, 17 abril 2017, a segunda festa da segunda-feira da Páscoa com um devoto Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino, segundo Pio V. O altar do Sacrifício e o altar da Virgem Maria estavam providos com um abundante e maravilhoso arranjo de flores. O altar da Virgem Maria tinha rosas de várias cores, amarelas, brancas, vermelhas e alaranjada. A luz pascal foi acesa mais uma vez no altar do Sacrifício. Um grande raio de Graça saia do Tabernáculo e da Figura do Jesus Ressucitado em cima do altar do Sacrifício. Durante o Santo Sacrifício da Missa entravam e saiam Anjos e também os Arcanjos. Eles cantavam o Kyrie e o Gloria em vários coros. Espalhava-se uma atmosfera especialmente festiva na igreja-casa nesta segunda-feira da Páscoa.

altar do Sacrifício

Altar do Sacrifício – ” Um grande raio de Graça saia do Tabernáculo e da Figura do Jesus Ressucitado em cima do altar do Sacrifício”

O Pai Celestial falará também hoje: Eu, o Pai Celestial, falo hoje e neste momento, através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra em Minha vontade e repete somente palavras que vem de Mim.

Eu, o Pai Celestial, gostaria de transmitir a vós, vós que acreditais, uma benção de Graças especial. Esta alegria pascal deve brilhar bem fundo nos vossos corações. Ela deve trazer frutos e transmitir a muitas pessoas. Vossos corações estão preenchidos com a alegria pascal e com a Graça da Páscoa. Meu Filho Jesus Cristo ressucitou e Se elevou e vós também ressucitareis. Está segurança é certeira a vós. A alegria Pascal, porém, deve durar em vossos corações.  Ela irá saltar para muitas pessoas, as quais vós encontrais. Assim, vós podeis transmitir a alegria Pascal. Caso vós não podeis dar também este cumprimento pascal pessoalmente, então esta alegria é todavia passada na festa da Pascoa, porque Eu, o Pai Celestial, abençoo as pessoas.

Sim, era o Meu desejo que esta imagem do Meu Filho, o Jesus Cristo Ressucitado, devesse ser colocada em vossa janela na igreja-casa, para que Meu Filho abençoasse com a saudação pascal, muitas pessoas que passassem com carro em frente a vossa igreja-casa, pois Ele gostaria de enviar também esta alegria da Páscoa a muitas pessoas inmerecidas. Esta corrente de luz deve queimar dia e noite na janela da igreja-casa neste tempo da Páscoa, isto é, a luz da Páscoa deve inflamar de novo nos corações.

Vós, Meus pequenos, acolhestes esta luz da Páscoa. Entrou em vós uma profunda alegria. Vós estais profundamente tocados interiormente pela luz da Páscoa.

Vós renovastes também a promessa do batismo e renunciaram ao mal. Ele não tem nenhum poder mais sobre vós e sobre vossos corações. O amor entrou e vós transmitireis também este amor entre vós. Vós percebereis que a Graça fluiu para dentro de vossos corações para poder viver dela nos próximos tempos. Vós transmitireis a alegria e o amor entre vós. Vós não podeis outra coisa, senão sentir o agradecimento.

Eu, o Pai Celestial, gostaria de vos mostrar este agradecimento pelas muitas horas de expiações e sacrifício que vós fizestes pelos sacerdotes, por causa da Minha vontade. Eles não estão ainda dispostos a se arrepender. A perseguição e o mal foi afastado de vós. Ele não tem poder algum sobre vós. O amor é relevante para vós. As pessoas procuram pela verdade e não podem encontrá-la em parte alguma. Vós, Meus pequenos, viveis e testemunhais esta verdade. Por isso, a esperança também entrou em vós e em vossos corações; esperança que vós transmitis desta maneira.

Avançai, pois vosso caminho para a santidade segue adiante. Tudo o que vós realizais está emparelhado com o conhecimento Divino e a vossa vida do dia a dia está conectada com o Divino. A Divina alegria pascal não vai extinguir, mas florir. Ela irradia também aos outros. Eu, o Pai Celestial, borrifei-vos com ela hoje, nesta segunda-feira da Páscoa. Por isso, esta benção continua.

Quão muito amo Meus cardeais, bispos e a autoridade eclesial. Sim, a igreja católica está de fato destruida no chão. Todavia, isto segue (assim). E um dia a Nova Igreja surgirá em brilho na glória. Vós não podeis ainda imaginar como isto deve acontecer.

Contudo, estai seguros, Eu, o Pai Celestial, irei controlar tudo, segundo o Meu plano e desejo. Estes Meus desejos não podeis sondar. Eles trarão frutos, grandes frutos e ocorrerá milagres da Graça e amor em vós e através de vós.

Meu plano seguirá em execução, pois Eu já comecei a preparar esta Minha Intervenção. Muitas coisas, que vós não notastes, já ocorreram. Porém, elas são de importância. Tende atenção nos sinais no firmamento e também no que acontece hoje no mundo, os terremotos, as inundações, as epidemias e especialmente as doenças. Elas são sinais de Minha intervenção. Esta intervenção está iminente. Meus fiéis estão protegidos.

Porém, e como será com aqueles que não acreditam, que atiram ao ar Minhas mensagens e Minhas admoestações, que as desprezam e negam? O que acontece com eles? Eles recebem mais uma vez a luz do Espírito e chances, pois o Espírito Santo ilumina-lhes-á. Ainda eles têm a possibilidade de se arrepender e de se professar por sua verdadeira fé. Ainda eles podem arrepender-se de tudo do fundo do coração e também confessar. Ainda é dado o tempo das chances renovadas para mudar de vida e renunciar ao mundano.

Muitos sacerdotes vivem hoje, não somente no mundo, mas com o mundo. Os prazeres mundanos não estão no Meu plano e desejo. A alegria da Páscoa não penetrarou em seus corações. Eles negam as Minhas mensagens e consequentemente Minhas admoestações. Isto não corresponde ao Meu desejo. Vossos desejos não são Meus desejos, pois eles não estão em conformidade Comigo.

As pessoas confusas simplesmente revidam com a desculpa de que, não se deve acreditar nas revelações privadas. Isto não lhes será imposto de acordo com a fé, porque não é dogma algum. Consequentemente, eles continuam a negar o Meu amor.

Quanto Eu anseio por Meus sacerdotes e imploro que eles possam, sim, arrepender-se. Quando é que eles celebram definitivamente o Banquete Sacrificial de Meu Filho Jesus Cristo, que Ele instituiu na Quinta-Feira Santa? Este Banquete Sacrificial é sim tão importante para toda a igreja e para todo o mundo.

Ainda é tempo, Meus sacerdotes. Ainda Eu vos apelo. Eu tornei-Me em Suplicante vosso. Eu suplico por vosso amor. Podeis compreender isto? Meu anseio por vossos corações torna-se maior a cada dia e ainda não estais dispostos a arrepender-vos. Isto está em vossa própria vontade e ela é teimosa. Eu já Me subordinei à vossa vontade, Eu, o Deus Trino. Eu poderia intervir de forma diferente e poderia aliviar (as coisas) a Mim. Todavia, Eu espero por vossos corações solicitos, por vosso amor recíproco que até hoje vós não trouxestes ao Meu encontro.

Quantas lágrimas Eu já chorei por Meus sacerdotes? Quantas lágrimas vossa amorosíssima Mãe derramou por vós? Até o momento Ela implora inexoravelmente junto do Meu Trono e sofre por vós. Nada aconteceu até agora, porém Eu, no último tempo, irei lembrar-vos de que Eu sou o poderoso Deus e que Eu intervirei. Eu colocarei sinais aos quais vós podeis reconhecer que Eu já intervi, somente vós ainda não percebestes isto.

Vós estais indiferente para com o Meu acontecimento. Vós pensais que não há Deus algum que vos conduz e vos guia, porque vós mesmos sois os feitores e jamais quereis ser dependentes da Divindade. Quão pouco exercitastes a humildade. Eu, o grandioso Deus, estou furioso com vosso orgulho. Diz-se que não Me há. Isto é simples e, além disso, também não é necessário nenhuma mundança de vida. Pode-se viver sem Deus e morrer. Quem se preocupa ainda com a morte?

Eu vos digo que virá o último julgamento e vós sereis questionados e julgados por vossa vida, mesmo se vós não queirais admitir isto. Ninguém vai morrer sem lidar com o último julgamento. Um dia todas as pessoas estarão de pé, antes dos últimos dias de suas vidas e o combate entre o bem e o mal terá lugar para todos. Vós todos sois dependentes de Mim, do Criador de todo o mundo e do universo. Vós não podeis fazer nada em vossas vidas, se Eu assim não o desejo. Isto depende de Meu desejo e plano. O plano de cada um único homem é amor, amor que vós não podeis compreender. Portanto, deixe-Me dizer-vos que, antes que uma pessoa nasça, o Meu plano está já fixado para Ela. Eu tenho um plano de amor individual e especial para cada pessoa.

Quão muito Eu amo, sim, cada um de vós quando quereis, sim, apenas compreender. Contudo, vossa compreensão está emparedada e vós vos arruinais ao mal. Ele tem um jogo leve convosco neste tempo sem fé. Quão muito Eu necessito de vosso consolo e do arrependimento de tão muitos sacerdotes. Vosso Pai Celestial fez-Se dependente de vós pessoas. Podeis imaginar-vos, o grande Deus e vós homens pequenos? Podeis alguma vez entender quão grande deve ser o Meu amor? Quão muito Eu devo chorar por muitos que se deixar conduzir ao engano.

Vós, Meus pequenos amados, expiais e sacrificais continuamente pelo arrependimento dos sacerdotes. Eu pude desfrutar de vosso consolo nestes dias de Páscoa. Por isso, Eu vos digo Meu especial obrigado por vós estardes dispostos a sacrificar e a expiar.

Não desistais e vivei esta alegria da Páscoa. Ela irá impelir-vos. Eu vos amo e vos abençoo agora na alegria da Páscoa e na Trindade com todos os Anjos e Santos, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Estai preparados para este amor que flui ao vosso encontro para viver continuamente na esperança.