16 Julho 2017 – Festa do Escapulário.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

16 Julho  2017 –  Festa do Escapulário. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino, segundo Pio V., através de Seu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Vós, Meus amados, celebrastes hoje, 16 Julho 2017, a festa do escapulário e o sexto domingo depois de Pentecostes. Celebrastes um Santo Sacrifício da Missa de maneira devota segundo Pio V., no Rito Tridentino. O altar do Sacrifício e também o altar da Virgem Maria vislumbravam num arranjo floral festivo. A Mãe de Deus derramou hoje Sua total proteção sobre vós. Vos estais abrigados e protegidos em qualquer situação. Trazei sempre convosco este escapulário e esteja consciente desta contínua proteção. O mal circula continuamente e tenta confundir a todos os que não acreditam firmemente. Alguns não acreditam firmemente em Minhas instruções e, por isso, não se encontram também na total proteção.

O Pai Celestial falará agora: Agora fala o Pai Celestial para vós, Meus amados filhos. A Mãe de Deus também dará a conhececer hoje, em Sua festa, algumas instruções.

Pequeno rebanho amado, amados seguidores e amados peregrinos e fiéis de perto e de longe. Eu, vossa amorosíssima Mãe, dou-vos algumas instruções para o caminho até a clínica Hufeland em Bad Mergentheim.

Vós celebrastes hoje a Minha festa, a Festa do escapulário, de maneira devota. Muitos Anjos estavam presentes e acompanharam todo o Sacrifício da Missa com canções de coral.

Quanta alegria vós me destes com isso, Meus amados filhos Marianos. Vós estáveis sempre dispostos a cumprir a vontade do Pai Celestial em plenitude. Vós não desististes,  mesmo quando as coisas vos pareceram inexplicáveis e difíceis. Vós combatestes até o último momento.

Lamentavelmente, vós não tiveste apoio algum do chefe da clínica de Hufeland. Pelo contrário, ele vos levou um pouco à confusão, pois você, Minha pequena, tinha já, há dias, este certificado de visitas [1] e este estava selado firmemente por Mim, o Pai Celestial. Eu também tinha te guiado para você receber esta casa especial para a Minha pequena Katharina. O local da casa em Uslar foi escolhido por Mim, incluindo também este local especial para doentes com demência.

Sim, Minha pequena, Minha amada Katharina está de fato sofrendo de demência. O que isto significa de fato para todos vós? Um pouco decepcionado estou também Eu, o Pai Celestial, pois Minha Katharina não cumpriu Minha vontade na plenitude. Ela não observou as Minhas instruções, especialmente quando as coisas tornaram precisamente difíceis. Ela não cultivou uma fé profunda e  firme em Mim, o Pai Celestial. Ela desistiu e se classificou como candidata à morte.

Eu não vos profetizei que Eu irei curá-la totalmente? Vós Me perguntais porque Eu não pude curá-la? Quando alguém não cumpre totalmente a Minha vontade e, consequentemente não acredita em Mim, então Eu lamentavelmente não posso curar esta pessoa, apesar de que Eu gostaria de fazer isto com com prazer. O pressuposto é que aquele que gostaria de ser curado, cumpra totalmente a Minha vontade. De outra forma, Eu tenho que deixá-la à sua própria vontade. E isto parece amargo para Minha pequena amada Katharina.

Há somente ainda alguns poucos dias, porém depois tem-se que ir para esta casa. Isto é muito triste para você, Minha pequena amada Anne. Você fez tudo para preveni-la disso. Porém, Eu, o Pai Celestial, guiei a você, Minha Pequena, num diferente querer. Ainda você está triste, pois você imaginou as coisas totalmente diferente.

A comunidade de quatro está agora rompida, lamentavelmente. Isto também é triste para você. Vós consistis agora uma comunidade de três somente. Agora deveis manterdes mais firmes juntos ainda, pois Eu irei guiar-vos os três totalmente. Vós cumprireis Meu desejo e Minha vontade, mesmo quando vós não reconhecerdes nada mais. Mesmo quando as coisas vos parecerdes inexplicáveis e incompreensíveis, mesmo assim deveis seguir a Mim, ao Pai Celestial, em tudo. Eu guio-vos na bondade, mansidão e fidelidade. E esta fidelidade vós deveis demonstrar a Mim até no último momento. Tudo não será fácil para vós, pois o combate continua. Vós, Meus amados, lutais com vossa amorosíssima Mãe de Deus, mesmo hoje na festa do escapulário. Vossa amorosíssima Mãe proteger-vos-á em qualquer situação e vós vos sentireis protegidos em Seu amor materno.

Por isso, acreditai e confiai, inclusive também neste caminho difícil quando iniciardes agora esta longa viagem para Bad Mergentheim. Vós estais, sim, protegidos duplamente com este Santo Sacrifício da Missa, o qual celebrastes antes desta viagem. Tudo se encontra em Minha vontade, pois Eu, o Pai Celestial, continuarei a vos conduzir e vos guiar.

Hoje, nesta significativa festa do escapulário, não falou somente a Minha amorosíssima Mãe, mas também Eu, o Pai Celestial. Vós partireis nesta esta viagem com todos os Anjos. Você, Minha pequena amada Anne, poderá ver estes Anjos.

Tende atenção ao círculo de luz, pois ninguém, que não se encontra na verdade, pode entrar aí.

Vós também, Meus amados seguidores, pedi e rezai pelo Meu pequeno rebanho amado da comunidade de três. Rezai também para a pequena Katharina, para que ela se sinta protegida em casa. Eu fiz tudo por ela, apesar dela não ter cumprido a Minha vontade. Eu não irei deixá-la perecer, porém Eu não poderei curar sua doença do câncer. Ela recusou o tratamento na clínica Hufeland. Em razão de sua doença de demência, ela andou de um lado para o outro e não encontrou calma alguma.

Porque isto tem sido assim? Ela não aceitou a sua cruz no tempo certo. Ela fugiu da sua própria cruz. Por isso, ela também fugiu da verdade a cada dia que se seguiu. Através de vossa oração, Eu irei protegê-la de certa maneira.

Você, Minha pequena amada ama, teve o desejo de que ela pudesse ser curada da sua doença do câncer. Isto também era o Meu desejo, Minha pequena amada. Sem hesitação, Eu queria salvá-la com um mexer de dedos. A Mim estavam as mãos atadas, porque cada pessoa que Eu gostaria de salvar, Eu a deixo à própria vontade. Então, se a pessoa transmite a Mim a sua vontade, Eu posso curá-la. Isto era o Meu desejo e vontade. Lamentavelmente, a Minha pequena Katharina não Me cumpriu este desejo.

Todo o céu está triste por isso. Você, Minha pequena, chorou longas noites. Isto foi para você inexplicavel e difícil, pois você viveu vinte e nove anos junta com Minha Katharina, você partilhou alegria e sofrimento junto com ela.

Os filhos foram excluídos disso, pois todos os quatros não cuidaram de sua Mãe doente. Por isso, Eu também estava muito triste. Nesta doença gravíssima, que Eu esperava dela e, precisamente por amor a ela, eles não cuidaram de sua Mãe. Nenhum de seus quatro filhos estavam dispostos, sequer, em tomá-la uma semana para tratá-la como você, Minha pequena amada Anne, fez já desde há um ano e meio, por sacrificante amor.

Eu gostaria de agradecer a você e também à Minha amada Monika, que está ao seu lado. Eu também gostaria de agradecer ao Meu amado sacerdote. Vós todos empenharam pela Minha amada Katharina. Muita coisa pareceu em vão, porém isto trouxe também muitos frutos.

Vós, Meus amados, viveis das falhas. As falhas fazem-vos maduros para a vida de fé, porém não o sucesso. Assim, se fordes louvados, então não estareis no caminho certo. Vosso caminho significa calúnia, desprezo e perseguição, assim como suportou Meu Filho Jesus Cristo para salvar toda a humanidade de seus pecados.

Agora, Eu vos dou a benção para a viagem para Bad Mergentheim. Viajai em paz, em Meu amor e proteção. Assim, abençoo-vos Eu com vossa amorosíssima Mãe, todos os anjos e Santos, na Trindade, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Vós, Meus amados, sois os escolhidos. Vós podereis perseverar em Meu amor e sob a Minha proteção até o fim. Sede abençoados.