14 Agosto 2016 – Décimo Terceiro Domingo de Pentecostes e Vigília da Assunção da Mãe de Deus.

Mensagem do Pai Celestial à Anne.

14 Augusto 2016 – Décimo Terceiro Domingo de Pentecostes e Vigília da Assunção da Mãe de Deus. O Pai Celestial fala após o Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino, segundo Pio V., através de Seu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Hoje, 14 de agosto 2016, celebramos a vigília da Assunção da Mãe de Deus, o décimo terceiro domingo depois de Pentecostes em um dígno Santo Sacrifício da Missa segundo Pio V. No dia de amanhã começamos a grande festa da Assunção da Mãe de Deus.

O altar do Sacrifício e o altar da Mãe de Deus estavam novamente adornados abundantemente com flores e velas. Do lado do altar da Mãe de Deus as orquídeas brancas brilhavam, sobre as quais cintilavam pérolas e diamantes brancos. O manto da Mãe de Deus estava totalmente branco e revestido com pequenas pérolas e diamantes brancos.

O Pai Celestial falará hoje: Eu, o Pai Celestial, falarei hoje, dia 14 agosto 2016, dia da festa da vigília da Assunção da Mãe de Deus, através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra em Minha vontade e somente repete palavras que vem de Mim.

Meus pequeno rebanho amado, Meus amados seguidores e Meus amados peregrinos de perto e de longe e todos os fiéis, que se mantém firmes em Minhas mensagens. Sim, Meus amados, muito Eu já vos tenho profetizado e muitas instruções Eu já vos dei para vosso caminho de vida. Elas se tornaram para vós ajuda de vida. Eu vos agradeço por vós terdes acolhido tudo pacientemente e por vós estardes dispostos a cumprir Meu desejo, o desejo do Pai Celestial.

Há muito tempo o Meu plano está sólido. Por isso tudo vai evoluir segundo os Meus desejos. Meus amados, vós não podeis imaginar o que virá sobre todos vós. As pessoas lamentavelmente não se tem convertido pela verdadeira fé, porque elas pensam que elas não necessitam de esclarecimento sobre o pecado. Elas são da opinião de que a vinda de nosso Salvador Jesus Cristo está ainda muito longe. Elas não necessitam da Graça Santificante. Assim dizem elas e assim é comunicado a elas pelos seus sacerdotes. “Não é importante que eu me prejudique com o sobrenatural”, assim dizem elas. Lamentavelmente estes sacerdotes se encontram no engano e na incredulidade. Eles são guiados por esta autoridade (eclesial) e esta autoridade não acredita, além de difundir continuamente o engano e a incredulidade em todo o mundo.

Quão triste é para o Meu Filho Jesus Cristo que Seus amados sacerdotes ainda não estão dispostos a quererem se converter. Isto depende de suas vontades para que celebrem o Santo Sacrifício da Missa no Rito Tridentino segundo Pio V. Somente este único Santo Sacrifício pode ser válido. Os sacerdotes que celebram este Santo Sacrifício da Missa dirigem-se a Mim, ao Filho Jesus Cristo na Trindade. Com isto, o sofrimento da cruz de Meu Filho Jesus Cristo é novamente renovado nos altares do Sacrifício, somente (acontece) nestes dignos altares do Sacrifício.

Não é fácil compreender porque os sacerdotes hoje são forçados a manter este banquete comunitário nestas igrejas modernistas. O Vaticano II, o qual não corresponde ao Meu desejo, até hoje não foi declarado como inválido.

Vossa Mãe Celestial, a Mãe da Imaculada Conceição, pede incessantemente diante de Meu Trono para que muitos sacerdotes possam sim se converter definitivamente e que tenham a vontade firme de querer voltar atrás. Eles percebem sim que aqui no modernistico não há verdade alguma para se encontrar. O que o Vaticano II comunica não pode de forma alguma, corresponder à verdade. Sabe-se que ele é a incredulidade. Contudo não se tem a coragem de se converterem. Eu desejo que muitos sacerdotes, em unanimidade, se declarassem dispostos a anunciar a verdade para testemunhar um solícito “SIM PELA VERDADE”. Não está ainda tão distante para que estes sacerdotes testemunhem a verdade. Eu, o Pai Celestial, coloquei, entretanto a verdade em seus corações.

Através deste Santo Sacrifício da Missa no dia de hoje na igreja-casa em Göttingen, poderosos fluxos de Graças fluíram sobre este lugar e também sobre o local de Mellatz. Mellatz é um lugar especial. Aí neste lugar está a casa do Pai, Minha Casa da Glória que Eu mesmo, o Pai Celestial, constitui através de Meus solícitos instrumentos.  Tudo se passou segundo Meus desejos. O Santo José, o Santo Arcanjo Miguel e também a Mãe de Deus vigiam esta casa porque vós, Meu pequeno rebanho amado, frequentemente não podeis estar ai presente. Vós já tomastes amor por esta casa, o que Me alegra muito. Por razões de doença, vós estais no momento aqui em Göttingen e vossa casa em Göttingen é um substituto digno, pois nesta igreja-casa é derramado diariamente as Graças plenas através deste Santo Sacrifício da Missa.

02

“Mellatz é um lugar especial. Aí neste lugar está a casa do Pai, Minha Casa da Glória que Eu mesmo, o Pai Celestial, constitui através de Meus solícitos instrumentos.”

A Mãe de Deus se encontra hoje em pleno brilho, pois no dia de amanhã será celebrado a festa da Assunção da Mãe de Deus no céu. Para isto, vós podeis hoje já se prepararem e vos alegrerem. A coroação da amada Mãe de Deus seguirá logo em breve.

Vós não podeis imaginar quão muito o céu está ansioso por vossas orações. Vós rezais, vós expiais e perseverais. Vós não estais dispostos a continuar a seguir esta incredulidade da autoridade (eclesial). Lamentavelmente, o pecado grave que é ensinado neste modernismo, continuará a ser transmitido. O maior pecado da impureza será anunciado como verdade. Além disso, cada indigno, ou seja, o que se encontra em pecado grave, pode receber a Santa Comunhão.

Eu desejo que todos reconheçam que quando estiverem em pecado grave queiram, primeiramente, recorrer em acolhimento ao Santo Sacramento da Penitência. Eu perdoarei tudo e manifestar-Me-ei a eles clementemente e misericordioso. Eu os mostrarei a Minha Justiça e ela é emparelhada com o amor. Eu não irei dispor à frente deles os pecados que eles já confessaram, mas Eu irei abraçá-los em meus braços quando eles, com remorsos, tiverem reconhecido os pecados. Pois Eu estou agradecido por cada um que converte e recorre ao Santo Sacramento da Penitência para confessar seus pecados. Eu espero, especialmente, pelos sacerdotes os quais Eu escolhi para celebrar esta Santo Sacrifício da Missa de maneira digna e administrar os Sete Sacramentos.  Ainda eles não estão dispostos a cumprir o Meu desejo. Às vezes eles não reconhecem sequer o Meu desejo, pois eles não se encontram na Graça Santificante. Eles são desencorajados por seus irmãos sacerdotes e também pela autoridade (eclesial).

Eles vivem em constante medo e se perguntam: “Onde eu encontro a verdadeira fé, onde estão meus inspiradores nos tempos de hoje? Quando e onde eu, como sacerdotes, posso professar pela verdade? O que se passará comigo?”. Isto eles se perguntam. Não estou Eu em primeiro lugar para eles? Alguma vez eles colocaram esta pergunta a eles próprios? Eu Me tornei hoje indiferente a eles, como Pai Celestial? Eu sou sim Aquele que os amam indizivelmente e os acompanham quando eles querem corresponder aos Meus desejos. Eu os conduzo e guio ainda hoje, pois os sacerdotes são os Meus escolhidos.

Eu espero ansiosamente pelos Meus sacerdotes ainda hoje. Meu anseio por vosso amor cresce diariamente e ele não encontra satisfação alguma. Eu espero pela vossa confissão de que queirais cumprir Minha vontade. Eu espero que vós passeis a realizar no altar do Sacrifício de Meu Filho Jesus Cristo o Seu Sacrifício de maneira digna. Este é o Meu mais fervoroso desejo, pelo qual Eu espero.

“Eu espero ansiosamente pelos Meus sacerdotes ainda hoje. Meu anseio por vosso amor cresce diariamente e ele não encontra satisfação alguma. Eu espero pela vossa confissão de que queirais cumprir Minha vontade. Eu espero que vós passeis a realizar no altar do Sacrifício de Meu Filho Jesus Cristo o Seu Sacrifício de maneira digna. Este é o Meu mais fervoroso desejo, pelo qual Eu espero.”

Podeis imaginar como Eu vos amo? Eu amo-vos no amor Divino. Este amor humano vós deveis excluir, pois o amor Divino é algo tão grande que tudo perdoa e acompanha o outro no amor, pois o amor é e permanece o maior. O amor do Deus Trino supera toda a medida e toda a compreensão. Mas ele está aí. Vós deveis olhar para este amor. Quão muito Eu espero para que Eu possa vos abraçar em uma confissão válida. Eu sou imensuravelmente agradecido por um filho perdido que se converte.

Vós Meu pequeno rebanho amado e vós, Meus seguidores, rezais constantemente para a conversão dos sacerdotes, pois vós sabeis da Minha constante urgência e preocupação, além da urgência da vossa Mãe Celestial. Ela chora muitas lágrimas em muitos lugares. Sim, até mesmo lágrimas de sangue. Ela também vê Minhas lágrimas e Me consola.

Eu abençoo-vos agora com vossa Mãe Celestial, com todos os Anjos e Santos e especialmente com o rebanho de Anjos, os Querubins e Serafins, na Trindade, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Meus amados, estai prontos para a breve intervenção de vosso Pai Celestial. Não estejais tristes, pois a incredulidade nos tempos de hoje cresceu tão vastamente, que Eu ergui o Meu braço de fúria. Minha Mãe Celestial podia segurar firmemente este braço até o momento. Contudo, lamentavelmente e apesar de isto Me causar muita dor, esta intervenção tem que acontecer. Vós estais protegidos. Pensai sempre nisso. Isto Eu dou-vos em vosso caminho de vida. Pensai sempre que o amor é o maior.