13 Novembros 2015 – A Mãe de Deus Fala Após o Santo Sacrifício Tridentino Segundo Pio V

Mensagem da Mãe de Deus à Anne.

13 Novembros 2015 – A Mãe de Deus fala após o Santo Sacrifício Tridentino segundo Pio V., na igreja-casa em Göttingen, através de Seu instrumento e filha Anne.

Anne: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Todo o espaço em volta do altar, bem como o altar da Virgem Maria, estavam imersos em luz dourada brilhante durante a Santa Missa. Isto eu pude ver do meu quarto onde me encontro enferma.

A Mãe de Deus falará hoje: Eu, a Rosa Rainha de Heroldsbach e a Mãe e Rainha da Vitória, falar-vos-ei hoje, neste dia 13, Meus amados filhos, através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra na vontade do Pai Celestial e repete hoje palavras que vem de Mim.

Amados filhos Marianos, pequeno rebanho amado, amados seguidores, amados fiéis e peregrinos de perto e de longe, Eu falo hoje para vós, pois Eu gostaria de transmitir-vos algumas informações.

Meus amados filhos, quão muito estais vós em Minha Graça, a qual Eu derramo sobre vós, especialmente neste dia 13, dia em que os Meus seguidores permanecem em Mulde e celebram a Santa Missa no Rito Tridentino com auxílio do DVD.

2015-11-16_21-18-54

Santa Missa Tridentina em Mulde com Auxílio do DVD. Celebrante – Padre Lodzig.

Meus amados seguidores, quão muito Eu vos agradeço por ides à Heroldsbach a cada dia 13 do mês e fazerdes todo o esforço para ir até lá e, sem poupares nenhum esforço, para poder participar nisso. Vós também fizestes a noite de expiação, o que foi bastante árduo para vós. Eu vos agradeço de todo o coração. Você, Minha pequena, tomou para si imensas dores. Às vezes, você não sabe como você deve suportá-las, pois elas são bastante grandes. Porém, Minha pequena amada, o Pai Celestial sabe tudo sobre estas dores, sobre esta cruz. Mas o Pai Celestial espera esta expiação de você, porque Meus sacerdotes ainda não estão dispostos a se converterem e a celebrar o verdadeiro Santo Sacrifício Tridentino apesar da noite de expiação. Eles ainda viram as costas para o Meu Filho Jesus Cristo. Eles reconhecem a partilha da comunhão nas mãos como verdadeira, embora esta atitude equivalha a um sacrilégio.

Eu, a Mãe Celestial, gostaria que Meus sacerdotes consagrassem-se ao Meu Imaculado Coração, para que eles estejam, definitivamente, protegidos e se sintam resguardados sob o Meu manto. Quantos sacerdotes irão precipitar no abismo eterno, porque eles se rebelam contra esta informação que Eu, como Mãe Celestial, te dou, Minha pequena! Esta mesma informação, que você transmite e diz em voz alta ao mundo. Eles não querem, de forma alguma, perder o seu poder e querem ver sua situação financeira assegurada. Eles pensam em não poder assegurar isto, caso eles acreditem nas mensagens.

Porém, o Pai Celestial tem tudo na Mão. Ele protege Seus sacerdotes e eles recebem o que lhes é de direito. Eles são protegidos em todos os sentidos. Porém, lamentavelmente, eles não acreditam nisso. Quão frequente Eu lhes disse que devem imitar Meu sacerdote (Padre Lodzig) em Mellatz. Ele se encontra na verdade, de todas as formas. Seu lado financeiro é assegurado e ele está protegido. E assim, devem fazer os Meus sacerdotes que estão na verdade.

Hoje, neste dia 13, Meus amados filhos Marianos e filhos do Pai, vossa Mãe manteve a mão sobre vós. Vós estais protegidos sob o Meu manto. Eu vos tomo na mão e vou convosco neste dificílimo caminho. Mas Eu desejo de todos os Meus filhos que tomem sobre vos a sua cruz e não a atirem fora. Caso ela lhes parecer demasiado pesada, Eu também a carrego, Meus filhos, e peço-vos exaustivamente para carregá-la convosco e dizer ao Pai Celestial um solícito “sim”! Para cada pessoa é estabelecida uma cruz, como está no plano do Pai Celestial. Ele deseja que todos os filhos do Pai e da Virgem Maria carreguem a cruz sobre eles e a carreguem exemplarmente.

E agora, Meus amados filhos, Eu abençoo-vos com todo o Exército Celeste e com todos os Santos, na Trindade, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Vós estais sob proteção do Pai Celestial e na proteção de todo o céu. Estai dispostos a manter a fidelidade ao Pai Celestial até o último momento de vossas vidas. Amém.