13. Maio 2015 – Primeira aparição da Mãe de Deus em Fátima 1917. A Mãe de Deus Fala no Dia de Fátima e Rosa Mística Após a Santa Missa Tridentina Segundo Pio V.

Mensagem da Mãe de Deus à Anne Mewis.

13. Maio 2015 – Primeira aparição da Mãe de Deus em Fátima 1917. A Mãe de Deus fala no dia de Fátima e Rosa Mística após a Santa Missa Tridentina segundo Pio V. na capela da casa da Glória em Mellatz, através de Seu instrumento e Filha Anne.

Anne: Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém O Altar de Maria estava, também hoje, iluminado claramente. As rosas vermelhas e brancas estavam novamente enfeitadas com pérolas brancas e diamantes brilhantes. O altar do Santo Sacrifício estava mergulhado em luzes douradas durante o Santo Sacrifício da Missa.

A Mãe de Deus irá falar também hoje: Eu, vossa amorosíssima Mãe, falo agora e neste momento através de Meu solícito, obediente e humilde instrumento e filha Anne, que se encontra na plena vontade do Pai Celestial e hoje repete somente palavras que vem de Mim.

Meus amados filhos de Maria, Meus pequeno rebanho amado e seguidores e vós,  Meus peregrinos, de perto e de longe, de Heroldsbach e Wigratzbad, estejais incorporados hoje neste circulo de oração, expiação e de sacrifício.

Meus amados filhos, tudo é pensado pelo Pai Celestial em Seu onipotente e sábio plano. Eu, vossa amorosíssima Mãe, posso dirigir, guiar e formar-vos. Vós sois Meus amados filhos e ides no Meu difícílimo caminho que, também Eu, sob a cruz, tive que ir. Também vós carregais vossas cruzes solicitamente e em obediência. Vosso Pai Celestial agradece-vos por isto.

O dia de hoje era um dia especial. É 13 de maio, o dia de Fátima, no qual Eu, vossa amorosíssima Mãe, ama-vos de forma especial. Vós tendes cumprido a vontade do Pai Celestial. 3 dias de rogações antecedeu-vos, onde o Pai Celestial comunicou-vos que vós deveries pedir, de maneira especial neste dia de rogações, a missão de Wigratzbad. E vós, Meus amados filhos de Maria,  tendes feito isto. Vós tendes cumprido a vontade do Pai Celestial. Mais, vós não podies fazer.

Eu, vossa amorosíssima Mãe, vos comuniquei que vós ireis na toca dos leões, como o Pai Celestial quis. Vós não dissestes Não algum ao Pai Celestial. Vós entrastes nesta toca dos leões,  – solícitos e em obediência. Vós não questionastes: ” Porque nós devemos novamente ir para lá, se isto é a toca dos leoes? Em nosso pequeno local Mellatz nós estamos em casa e lá não pode acontecer nada.” E portanto, o Pai Celestial, queria este Seu desejo cumprido.

Vós não sabeis o que vem sobre vós. Tem-se apressado a polícia atrás de vós, porque o ódio do diretor aqui neste lugar é muito grande. Sim, Eu digo consciente “ódio”. Ele odeia-Me como Mãe, que deu-vos a Missão de Wigratzbad, Meu pequeno rebanho amado. Ela foi passada a vós, porque lá em Witgratzbad, esta missão não foi cumprida. A polícia não pode nada fazer. Eles puderam pedir-vos para abandonar este lugar. Porém vós, Meus amados, tendes combatido.

Vós combatestes por Mim e vós sois os vencedores, mesmo quando vós pensais que não podeis enxergr esta vitória. A vitória é sempre certa a vós, quando vós lutais pelo céu. O que está por trás disto e como o Pai Celestial finalmente vai direcionar, vós não deveis sondar isto. Vós sois os filhos do Pai e irão solícitos no Seu caminho. E Eu posso conduzir-vos.

Para onde Eu conduzo-vos? Para o Pai Celestial. Lá vós estais escondidos. Lá vós cumpris Sua vontade. E tudo o que acontece aqui e também em Wigratzbad, foi cumprido segundo a vontade do Pai Celestial. Vós estais sob a total proteção dos céus. Vós tendes bem tratado e bem respondido (a vontade do Pai Celestial) em toda a previsão. Isto veio de vós, Meus amados filhos? Não! O Pai Celestial age em vós. Meu Filho Jesus Cristo, Minha amada pequena, age em você.

Você tem-Me implorado lá na Cripta, que Eu deveria mostrar-Me como Mãe e aqui algo vai acontecer. Você tem olhado-Me e vistes lágrimas em Meus olhos. Sim, Minha pequena amada, Eu chorei por este Meu local de peregrinação Wigratzbad. Porém, vós continuareis com a missão. Ainda vós não podeis enxergar como o Pai Celestial irá conduzir isto. Porém, certamente breve, tornará claro o que Ele, de fato, por este meio queria conseguir.

Nestes 3 dias vós rezastes para que muitos sacerdotes quisessem converter-se e que o ministério e a Nova Igreja devessem aparecer. Tudo vai acontecer.  O que vós pedidstes nestes dias irá cumprir-se. E, devido a isso, agradecei ao Pai Celestial em antecipação, pois tudo vai evoluir segundo Seu Plano e Seu desejo. Vós sois Seu Filho e vós estais em obediência.

A polícia e também este diácono também vos admiraram, Meus amados filhos de Maria, o que vós não puderdes enxergar. Vós não podeis ver no corações dos homens, porém Eu como Mãe, sei  sobre estes corações e quero salvá-los. Eles têm feito maldade e vós não sabeis como isto se sucederá e deve suceder. Eles carregam os medos envoltos consigo, não vós, Meus amados. Vós sois fortes e corajosamente fazem progressos, porque vós tendes a proteção do céu e a segurança, de que vós estais sempre na vontade do Pai.

Eu, vossa Mãe, amo-vos de forma especial neste dia de hoje e irei pedir-vos tudo o que vós desejais do Pai Celestial. Eu tomo-vos em Meus bracos e alegro-Me convosco que vós podeis voltar o olhar agradecidos a este dia.

Sejais amados, abençoados e protegidos, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, vossa amorosíssima Mãe. Amém.